Maratona Oscar: 1983

 


1983 foi um ano com grandes indicações para a Academia e com tantos títulos interessante eu acabei assistindo 4 filmes dos 5 que estavam concorrendo. Deixei o premiado Gandhi de lado pois há algum tempo leio coisas sobre ele que não gosto e decidi que não quero ver filme sobre a vida dele. Então os filmes desse ano foram somente os indicados.

Tootsie



Um ator fracassado decide se vestir de mulher para conseguir um papel em uma série de TV. É isso! Sério, é o tipo de filme que envelhece mal, bem mal. Ele tem uma comédia, com um pé na comédia romântica, e o pior é que tenta vender uma ideia pró-mulheres, pseudo-feminista, que não funciona pois quem faz isso é um homem sem nenhuma ligação qualquer com comunidade lgbtqia+. Inclusive, eu até entenderia a ideia se o personagem tivesse algum amigo que fosse drag ou travesti ajudando-o, mas o amigo dele é bem homofobico e deixa tudo pior. A Jéssica Lange ganhou um Oscar de melhor atriz coadjuvante por esse filme ao fazer uma colega de trabalho de Michael, vestido de Tootsie, por quem ele acaba se apaixonando e isso cria um certo conflito com a amizade ficando cada vez mais intima.

Missing - Desaparecido: Um grande mistério



Com certeza o filme mais intrigante dessa lista. Missing conta a jornada de um pai em busca de seu filho desaparecido no Chile na época do Regime Militar no país. Charles era um jornalista que vivia no país sul-americano com sua esposa, Beth e desapareceu alguns dias depois que o golpe foi instalado no país. Seu pai, um empresário influente nos EUA, vai para o Chile para tentar encontrar seu filho usando de sua influência e ajuda de sua nora.

Esse é um filme interessante e triste de acompanhar, pois aqui no Brasil mesmo temos grandes reflexos do que foi a ditadura. Mesmo os personagens sendo norte-americanos, e claramente é por isso que tem tanto destaque para chegar até a Academia, ainda assim há conversas e fatos que qualquer sul-americano que conhece um pouco sobre regime militar fica chocado. Há algumas cenas mais fortes, apesar de não aparecer as torturas e a clara denuncia que a família de Charles faz ao fato de o EUA estar envolvido com o golpe. O filme é baseado em um livro que por sua vez é baseado em fatos sobre o caso desse jovem.

O Veredito


O Veredito tem uma proposta bem interessante, mas que para mim não parece que se desenvolveu tão bem. Eu não sei se é porque os filmes eram feitos de modo diferente nos anos 80 ou é porque eu fico esperando mais e esse mais nunca chega. Aqui o advogado alcoólatra Frank está quase só se ferrando mais e mais na carreira, até que ele pega um caso importante e grande. Sua intenção era pegar o dinheiro do acordo e não ir a júri, mas ao ver as condições da cliente ele acaba decidindo prosseguir com o caso. Eu gostei muito do desenvolvimento do personagem, pois ele fica muito motivado em ajudar essa família, mas ao mesmo tempo parece que não da para entender direito o que aquela família realmente deseja com esse processo, além do óbvio. Sem falar que eu fiquei p da vida ele estar envolvido em um caso tão grande e acabar caindo na lábia de qualquer pessoa que chega do nada. Enfim, né kk. Mas é uma história interessante.

ET, O EXTRATERRESTRE



Eu só queria entender como que esse neném perfeito perdeu o Oscar de melhor filme?? Uma história incrível, que ensina as pessoas sobre respeito, amor, amizade, um filme que nunca vai ficar envelhecer mal, pois é impossível ele envelhecer mal. Academia??? Sim, estou inconformada.

Acho que nem preciso falar desse filme, né? Quem assistiu ama e quem não ama é porque não assistiu. ♥

Logo menos trago outro post. 




CONVERSATION

0 Comments:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita! ♥ Se gostou do post deixe seu comentário com suas impressões sobre o texto.

Caso você tenha um blog não esqueça de deixar seu link que eu irei retribuir sua visita.

IMPORTANTE
Os comentários publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores e não refletem a opinião da blogueira.

Contato: silvianecasemiro@gmail.com