Os melhores de 2021

31/12/2021


Olá, leitoras.

Chegamos aqui no último post da retrospectiva 2021 para falar dos melhores livros de 2021. No caso as minhas melhores leituras, então tem alguns livros que não são tão novinhos assim, mas que foram os melhores deste ano.


Uma Chama entre as Cinzas - Sabaa Tahir [resenha]

Quem acompanhou o blog neste ano com certeza já sabia que essa leitura entraria como a melhor do ano. Não apenas o primeiro livro, mas toda a tetralogia que eu me apaixonei de tantas formas por todos os personagens.

O que eu mais amo neste livro é a força de Laia, que no inicio é praticamente nenhuma e que aos poucos ela vai adquirindo. Todo o seu sofrimento, a vida, a realidade do mundo real vai ensinando para ela tudo que ela precisa saber. Além de tantos outros personagens que amadurecem tanto nesses quatro livros.

Nada - Janne Teller [resenha]

O principalmente motivo de eu colocar esse livro na lista é pela imprevisibilidade dele. Desde a primeira impressão, com essa capa que passa uma impressão errada da história, até a própria trama que a cada página me deixa mais e mais chocada. Você já imaginou ler um livro onde um grupo de adolescentes querem provar que as coisas importam? Bom, ao ler esse livro você não precisa imaginar.


S - J. J. Abrams e Doug Dorst / O Navio de Teseu - V. M. Straka [resenhas]

Eu sabia que iria amar esse livro desde a primeira vez que vi sua divulgação na internet, mas fui compra-lo apenas em 2019 e demorei esses 2 anos para começar a ler. Este é um livro que demanda tempo, atenção e dedicação, então é importante estar preparada para ler sem muitas preocupações além dele. Não é a toa que para fazer essa leitura eu levei quase um mês e quero ler novamente um dia, já que mesmo assim é como se eu tivesse deixado algumas coisas passar.

Ele se tornou meu favorito por toda sua complexidade, mas principalmente pela proposta do livro dentro de uma livro, uma história com tantas coisas nas entrelinhas e que eu torço para que um dia aja alguma adaptação com tantos mistérios a serem resolvidos quanto o próprio livro.


A casa dos espíritos - Isabel Allende [resenha]

Esse livro me despertou diferentes emoções e é justamente por isso que ele está nessa pequena lista. Por momentos eu odiei tantos personagens, mas em outros eu adorei alguém tanto que sofria muito com tudo o que estava acontecendo. A casa dos espíritos além de ser um livro que você pode ler apenas como um romance também pode ser lido como um registro histórico e biográfico da autora.

O avesso da pele - Jeferson Tenório [resenha]

Esse livro eu acho que nem preciso falar tanto, pois o histórico dele neste ano fala por si só. Esse foi o único livro que me fez chorar este ano e sua história é tão real, tão Brasil que dói.

Menção honrosa

Esse ano eu li tantos livros maravilhosos que se eu fizesse uma lista ela ficaria enorme. Mas quero mencionar aqui alguns que amei muito, como a Autobiografia do Rob Halford ("Confesso") e Garotas em Chamas da C. J. Tudor que não decepcionou em nenhum momento.

Me conta aqui quais são os seus livros favoritos de 2021

✨E quero desejar a todas vocês um feliz ano novo. Desejo que 2022 seja um ano excelente, com muitas leituras, saúde e alegrias. ✨ ♥

As decepções de 2021

29/12/2021


Olá, leitoras.

Nesse segundo post de retrospectiva 2021 vou falar sobre os livros que me decepcionaram neste ano e aproveito também para falar daqueles que foram abandonados.

Particularmente me sinto sortuda, pois de modo geral eu fiz ótimas leituras neste ano. Me permiti sair da zona de conforto diversas vezes e li livros bem diferentes dos que estava acostumada. Então o número de decepções foram bem pequenos.

Nessa lista eu deixei apenas livros de editoras grandes e que de alguma forma eu coloquei alguma expectativa. Mesmo que eu não tenha gostado de algumas leituras não vou colocar na lista por ser livros nacionais de autores(as) independentes (que eu já resenhei dando a minha opinião sincera, mas não acredito que seja bacana colocar em uma lista tão negativa).


As Musas - Alex Michaelides [resenha]

Depois de ler A Paciente Silenciosa e ter me surpreendido com a história eu fiquei bastante ansiosa para ler o que esse autor faria com As Musas. O enredo do livro é bem interessante e até gosto como ele cria os mistérios, mas não consigo deixar de pensar que ele foi uma decepção. O plot twist não é bom, além de ser bastante previsível quando o livro começa a chegar na sua metade.

A Letra Escarlate - Nathaniel Hawthorne [resenha]

Esse clássico da literatura mundial já foi referenciado em alguns filmes e, de fato, tem uma trama muito interessante e que eu gostei. Uma mulher marcada, uma criança que cresce a margem da sociedade, um padre que esconde um segredo, entre outras coisas. O meu problema com essa obra foi a forma lenta como as coisas são conduzidas e que eu ficava enrolando dias e dias para ler por pura preguiça.



Mistério no Caribe - Agatha Christie [resenha]

Agatha Christie com certeza é uma das autoras favoritas de qualquer fã de suspenses, mistérios e investigações, né? Como eu gosto muito desses gêneros eu decidi que 2021 seria o ano em que eu finalmente leria algo dessa autora e, por fim, acabei lendo dois livros dela. Infelizmente não é um mistério que funcionou bem para mim. Gostei que as tramas não são previsíveis, mas os personagens são mal abordados e tenho a impressão de que ela buscava confundir os leitores com as informações dadas durante as investigações.

O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Brönte [resenha]

A minha resenha deste livro ficou enorme de tanto que eu me revoltei com este livro e eu ainda fico muito inconformada quando eu vejo as pessoas elogiando essa "história de amor". Não me surpreende que a Bella (Crepúsculo) gosta tanto desse livro hahaha, inclusive ele foi uma péssima influencia para ela.

Os flops e os abandonos


O principal flop de 2021 foi a minha TBR dos 30 livros antes dos 30 anos. Até consegui ler alguns, mas entre focar em 30 livros até setembro e ler umas coisas das parcerias e lidar com ressaca literária eu acabei é deixando vários títulos dessa TBR para trás.

Eu vou falar melhor dos livros dessa TBR que eu consegui ler e que gostei, mas não posso deixar de citar que meus únicos abandonos deste ano, por acaso, faziam parte dessa lista.



O Lobo da Estepe - Hermann Hesse

Damian do Hermann Hesse é um dos meus livros mais queridos da vida, então quando vi essa nova edição lindíssima de O Logo da Estepe eu quis logo ler já que muitas pessoas me falaram que este é o melhor livro do autor. Bom, infelizmente para mim eu fiquei estagnada nas cem primeiras páginas e com uma baita ressaca literária. Vai ficar abandonado por algum tempo, até eu sentir que é a hora de tentar novamente.

O Vermelho e o Negro - Stendhal 

Coloquei este livro na TBR sem muita pretensão, mas achei que deveria tentar ler por ser um livro importante. Logo nas primeiras 40 páginas eu já sabia que este livro não seria para mim com tantas descrições de lugares e personagens, além de ambientação que me deixavam um pouco desconcentrada.

Agora eu quero saber de você: Quais suas decepções e flops de 2021?

TAG Skoob 2021

27/12/2021


Olá, leitoras. Como vocês passaram o Natal?

Nesta semana vou fazer uma pequena retrospectiva das minhas leituras neste ano com 3 posts. Para começar vou responder a TAG Skoob. Infelizmente eu não fiz ano passado para conseguir comparar os números, mas vou começar acompanhar para o próximo ano.

Não sei quem criou a TAG, mas ela é bem antiga na blogosfera e eu já fui indicada pelo Alisson em algum momento (e esqueci de fazer). Vamos lá!

Quantos livros você tem na sua aba LIDO no Skoob?

No momento tenho 483 livros lidos, contando com romances e contos. Se contar as HQs soma 624. Neste ano fiquei bastante feliz por chegar na marca de 450 livros lidos. <3

Qual livro você está lendo?

Estou lendo Casa Gucci, mas dando uma breve pausa, e até o momento em que escrevo esse post estou lendo também Um Conto de Natal.

Quantos livros tem na sua aba QUERO LER?

23 livros. Até que é pouco, mas eu procuro evitar colocar muita coisa e deixar como uma forma de anotar os livros que eu quero muito ler.

Você está relendo algum livro? Qual é?

Atualmente não. Neste ano eu reli alguns livros, então se tivesse feito a TAG antes ia colocar uns 2 livros.

Quantos livros você já abandonou? Quais são eles?

Tenho 13 livros abandonados. Em 2021 eu adicionei nesta lista "O Vermelho e o Negro" e "O Lobo da Estepe".

Quantas resenhas você tem cadastradas no Skoob?

202 resenhas cadastradas até agora e ainda preciso registrar algumas.



Quantos livros avaliados você tem na sua lista?

480 livros avaliados e agora vou ter que procurar quais são os 3 que ficaram sem avaliação.

Na aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados? Cite alguns.

52 livros favoritados e eu preciso rever alguns, pois sei que hoje em dia eles estão longe de eu amar. Em 2021 eu favoritei "Uma Chama Entre as Cinzas", "Confesso - a autobiografia", "S/O navio de Teseu", "Os Tais Caquinhos", "O Avesso da pele" e "Garotas em Chamas".

Quantos livros você tem na aba TENHO?

207 livros e eu só consigo pensar o quanto essa aba está desorganizada.

Quantos livros você tem nos DESEJADOS?

Apenas 7 livros. Eu tô muito controlada.

Quantos livros emprestados você tem no momento? Quais?

Nenhum marcado assim no Skoob, mas eu sei que emprestei um livro para uma amiga há alguns anos e até hoje nada. kkk

Você quer trocar algum livro? Quais?

No momento nenhum está marcado assim na plataforma, mas eu tenho alguns livros que gostaria de trocar.

Na aba META, quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?

29 livros que eu pretendia ler neste ano, mas flopei muito nessa lista.

Qual é o numero do seu paginômetro?

140.778

Link do seu perfil no Skoob.


Acompanhem os posts dessa semana que no último dia vai ter uma pequena mudança aqui no blog para deixar 2022 muito mais lindo por aqui.

Amigo secreto das personagens, com @eitajali

22/12/2021

 
Olá, leitoras.

O Alisson e eu decidimos fazer um amigo secreto das personagens e para isso selecionados 4 personagens que amamos neste ano para presentear com algo que achamos que elas irão adorar.

Neste post você irá conhecer as duas personagens selecionadas por Alisson, e se correr no blog dele poderá ver as duas personagens que eu selecionei. Será que elas gostarão do presemte?

Nina - Malibu Renasce

A minha personagem escolhida, Raíssa do livro Conectadas, tirou a Nina do livro Malibu Renasce. Eu adorei a escolha do Ali, pois é de uma autora que eu adoro (apesar de ser um livro que eu ainda não li). Ele me disse que Nina é muito altruísta, ama sua família e pratica surf, além de ser uma linda modelo. Então eu escolhi para ela um presente que acredito que ela vai amar para ter recordações de seus momentos particulares no surf. O que vocês acham?

GoPro

Bea - De Olho Nela

A Laia do Uma Chama entre as Cinzas tirou a Bea do livro De Olho Nela que foi tão elogiado por vários perfis neste ano. Eu não li o livro, mas pelas descrições do Ali a Bea é uma blogueira que já participou de uma reality show de relacionamento e adoro arte, Paris e está sempre quebrando o tabu indo de contra todos os padrões de beleza. Eu adorei e acho que ela merece um presentão maravilhoso para combinar com seu cenário de fotos.

Espelho com armário para acessórios


O que vocês acharam? Eu ia amar ganhar o espelho <3
Estou curiosa para saber o que minhas personagens escolhidas irão ganhar.

Visita o blog do Alisson para ver o post com os presente para as minhas personagens. ♥

Li até a página 100: Casa Gucci

17/12/2021

 


Chega o mês de dezembro eu sempre fico com preguiça de ler e tiro dias e dias de pausas entre um capítulo e outro. Então para não deixar esse blog as moscas sem falar das minhas leituras atuais vou fazer a tag mais queridinha de todos os leitores: Li até a página 100.

Atualmente eu estou lendo Casa Gucci da autora Sara Gay Forden, que trás a história original do filme Casa Gucci estrelado por Lady Gaga, Adam Driver e vários outros nomes importantes do cinema. Eu estou na página 200 e ainda falta um longo caminho pela frente. Este livro que pode ser considerado do gênero biográfico, conta com muitos detalhes de toda a história da marca Gucci

Primeira frase da página 100:

"Com 18 anos, começou a trabalhar para um atacadista de relógios de pulso, Juvenia. Wunderman percebeu que o negócio de relógios poderia lhe trazer uma boa vida."

Do que se trata o livro:

[sinopse oficial]

O livro conta a história do clã Gucci, marcada por brilho, glamour e intriga. Fruto de uma pesquisa impecável, e aclamado mundialmente, Casa Gucci relata os bastidores da morte de Maurizio Gucci, herdeiro da fabulosa dinastia italiana do mundo da moda. Na manhã de 27 de março de 1995, ele foi pego numa emboscada e levou quatro tiros consecutivos de um desconhecido, na escada de seu escritório, em Milão. Dois anos depois, Filippo Ninni, o chefe de polícia entrou no suntuoso Palazzo da ex-mulher de Maurizio, Patrizia Reggiani Martinelli – chamada de “a Viúva Negra” pela imprensa – e a prendeu pelo assassinato. Um relato instigante que inclui a alta-costura, somas bilionárias e grandes tragédias pessoais.

O que está achando até agora?

Por ser uma pesquisa bem extensa da autora o livro contém muitas contextualizações que em alguns momentos deixa a leitura um pouco cansativa, mas de modo geral eu estou achando bem interessante como a marca surgiu e os membros herdeiros da família foram lidando com a riqueza.

O que está achando da personagem principal?

Ao contrário do que parece o livro não foca no relacionamento de Maurizio e Patrizia, então por isso ele não possui um personagem principal.

Melhor quote até agora:

(tudo bem que é da página 132, mas é sobre isso... kk)

“Toda criatura humana”, ele costumava dizer, “tem três coisas essenciais que devem estar sempre em harmonia umas com as outras: um coração, um cérebro e uma carteira. Se esses três elementos não trabalharem juntos, problemas então surgirão.”

Vai continuar lendo?

A meta é terminar antes de 2022. :D

Última frase da página:

“Bem, então por que você não sobe aqui para eu quebrar a sua cara?” Wunderman marchou para cima pronto para bater primeiro. “Então, nós nos atracamos e depois olhamos um para o outro e começamos a rir. E esse foi o começo do meu relacionamento com Aldo e com a Gucci”, disse Wunderman.

Recebi esse livro de cortesia pela editora parceira do blog, Seoman e veio com um par de ingressos para assistir ao filme no cinema. <3

8 livros para ler Natal

15/12/2021


Quando chega o Natal nada melhor do que pegar seu livrinho e ficar tranquila depois da Ceia cheia de comidas gostosas, né? Para facilitar a sua escolha o Alisson do blog Eita já li e eu nos juntamos para fazer essa listinha com livros natalinos para você aproveitar neste fim de ano.

Um Conto de Natal - Charles Dickens

Esse clássico da literatura mundial já foi adaptado em uma bela animação e as referencias desta obra podem ser vistas em outras produções de filmes e séries. A história de Scrooge, o velho ranzinza que odeia o Natal (e qualquer outra época do ano) nos ensina muito sobre valorizar as pessoas que estão ao nosso redor e ser um pouco menos mesquinhos.

Nosferatu - Joe Hill

Livros de Natal também pode ter uma boa dose de terror e quem faz isso muito bem é Joe Hill em Nosferatu. Em uma bela referencia ao vampiro Nosferatu do filme de 1922 neste livro temos a personagem Vic McQueen que é uma criança capaz de viajar para diversos lugares com sua bicicleta através de uma ponte e em uma de suas aventuras acaba se encontrando com Manx, um velho raptor de crianças. O que tudo isso tem a ver com Natal? Bom, ele simplesmente atrai as crianças com a promessa de um Natal eterno.

Esqueceram de Mim - Kim Smith

Esse clássico dos anos 80, que dispensa apresentações, ganhou novos fãs com o lançamento desta adaptação infantil feita pela ilustradora Kim Smith.

Como o Grinch roubou o Natal - Dr. Seuss

Dificilmente eu ouço alguém falar sobre os livros de Dr. Seuss no Brasil e até mesmo o Grinch sendo uma criatura super conhecida (e que muitas pessoas adoram) o livro não é tão famoso. É uma leitura rápida e gostosa, com ilustrações riquíssimas da história adaptada em 2000 com Jim Carrey.

O Caderninho de Desafios de Dash & Lily - David Levithan e Rachael Cohn

Esse livro é uma boa discrição do natal, enquanto Lily adora nata, Dash tem pavor da época natalina, mas, quando ele começam a se desafiar por um caderninho o natal acaba por ganhar um significado interessante para os dois, esse livro inclusive foi adaptado para uma série disponível na Netflix.

Um Milhão de Finais Felizes - Vitor Martins

Não esse não é um livro de natal e nem todas as minhas indicações  serão de fato livros centrados no Natal, mas, eu não podia deixar de indicar esse livro, que uma das cenas mais bonutas dele se passa exatamente no natal.

O Presente do Meu Grande Amor - Vários Autores

Nesse livro estão reunidos contos de natal de vários autores que eu amo e outros que amei conhecer, e o melhor é que ele não foca apenas no natal, tem contos de outras religiões e até pagões. Sem dúvidas uma ótima pedida para ler no mês de dezembro.

Para Todos Os Garotos Que Já Amei - Jenny Han

Eu amo a Lara Jean e a Sil também que eu sei kkkk, eu não podia deixar de indicar esse livro, que traz umas das cenas mais gostosas de siginificado de natal em familia que eu já li, tudo da preparação ao momento da ceia.

Agora é só você escolher o livro que mais combina com o seu Natal e ler muito <3

Christmas Tag, por @eitajali - Especial da Natal

08/12/2021

Olá, leitoras. Fiquei sumida por um tempo pois ando com uma ressaca literária de leve, além de ter passado por uma mudança de cidade que foi um pouco conturbada. Mas acho que com o novo ano que tá vindo ai vou conseguir voltar no meu ritmo normal de leitura e produtividade com o blog.

Quero dar inicio aqui o especial de Natal que estou fazendo junto com o Alisson do blog Eita Já Li ♥. Vamos trazer livros, música, e muito mais. Para começar vamos refazer a TAG de Natal criada por ele em 2015 que eu também respondi na época.

Um filme que tenha natal como tema?


Os Fantasmas de Scrooge é um filme de Natal que, para mim, não tem clima de Natal. Tirando toda a questão do clima (na questão de estações do tempo) ser diferente aqui no Brasil, este filme tem uma pegada muito pessimista que foge de temática. Eu gosto dele por isso, mas muito mais porque ele nos obriga a pensar um pouco sobre a forma como vivemos nossos anos e até que ponto ele irá nos fazer feliz ou miserável no futuro.

Um livro que tenha natal em sua trama?


Natal também é época para uma história de terror e nada mais do que ir para a terra em que o Natal dura para sempre com o senhor Manx. Nosferatu é um dos livros que eu mais gosto do Joe Hill e fazer esse post me fez lembrar que eu preciso assistir a série.


Uma música de natal

 
 Continua sendo a minha favorita com o tema.

Qual o presente perfeito para você esse ano?


O melhor presente para uma leitora é sempre livros, então fica aqui minha 🛒 wishlist se alguém quiser me presentear 🛒

Põe ou não põe uva passas?


Não. Continuo odiando uva passas.

Vermelho e Verde

"Ambas as cores significam vida, mas o vermelho também se refere ao sangue de Cristo e a criação do homem, o verde se refere a esperança e a criação da natureza."
Um livro que possua as cores vermelho e verde na capa.


Não queria pegar um livro que li há muito tempo, então selecionei um que está nesses lidos dos últimos dois anos. Mais uma vez eu aqui fugindo do clima natalino kkkk adoro ser do contra. Mas enfim, A Hora do Pesadelo foi a única capa com as cores da minha lista de leitura e a foto até combina com o Natal.


Árvore de Natal

"Krampus é uma criatura mitológica que surge na época do Natal Enquanto o Pai Natal dá presentes para as crianças boas, o Krampus avisa e pune as más crianças."
Um livro com o melhor pior vilão.


Como eu reli Estilhaça-Me neste ano não poderia deixar de fora o meu vilão preferido, né? Warner, pode entrar xuxuzinho. <3

Grinch

"Grinch é o protagonista do clássico conto de Dr Seuss, "Como o Grinch Roubou o Natal". Ele é uma criatura verde e mal-humorada que odeia o espírito de Natal e por isso ele decide roubar ospresentes, comidas e decoração dos Quem para que todos fiquem tristes, seu plano dá certo, porém os Quem recuperam o verdadeiro sentido do natal e isso acaba por tocar o Grinch que devolve tudo que roubou e se junta aos Quem para comemorar o Natal."
Um livro com um personagem que você começou não gostando e no final acabou amando.


Verdade seja dita: Não é que eu não gostava da Helene, mas ela poderia ter sido odiável e teve um desenvolvimento maravilhoso que acabou se tornando a minha queridinha. Quem acompanhou as resenhas de Uma Chama Entre as Cinzas sabe meu amorzinho por ela.


Elfos

Elfos são criatura pequenas, que vivem com o Papai Noel no Polo Norte e são seus ajudante. Elfos de Natal fazem os brinquedos na oficina do Papai Noel e cuidam de suas renas, entre outras tarefas. 
Um livro com um personagem secundário, que tenha ajudado muito para que você tenha amado o livro.


Não chega a ser uma das minhas favoritas, mas Celia St. James é um ícone tanto quanto Evelyn Hugo e acaba sendo uma personagem muito importante para toda a história do livro. Se não fosse o relacionamento das duas provavelmente eu teria gostado um pouco menos de Os Sete Maridos de Evelyn Hugo.


Presentes de Natal

Representa o amor de Deus que deu seu filho, Cristo, para que pudesse pagar por nossos pecados. 
Um livro com um personagem que se sacrifica pelos outros (não necessariamente morrendo).


Esse eu nem sei o que falar para explicar a questão do sacrifício. Parece que tem tantas camadas, tão complexo e ao mesmo tempo revoltante. Um livro que eu recomendo para todo mundo.


Visco

Os que se beijavam embaixo do visco teriam a promessa de felicidade e sorte no ano vindouro.
Um livro com capa com duas pessoas se beijando.


Como vocês sabem eu não ando lendo muito romance, então vai essa capa que tenta esconder o beijo, mas nós sabemos que ele está acontecendo. 😎 Inclusive Namorado de Aluguel é um livro muito amorzinho, eu recomendo a leitura.

Ceia

A ceia de Natal, simboliza o banquete eterno e a união da família.
Um livro que tenha família com ponto central da trama.


Em Breu, além de ter como tema principal a família a história foca principalmente em diferentes gerações de mulheres. É uma história bem interessante e que em diversos aspectos as leitoras podem se identificar.


Boneco de Neve

As crianças se acostumaram a sair nos dias que antecedem o Natal para criar seus próprios bonecos de neve. A tradição popular acabou virando mania e se transformou em peça de decoração de árvores de Natal.
Um livro foi muito divertido de ler.

O nome fala por si só, né? Não tá fácil pra ninguém. kkk  mas torço para que ano que vem as coisas melhorem um pouco.

Bom, por enquanto é isso, pessoal. Espero que gostem da TAG e façam em seus blogs, instagram, tiktok e tudo mais ^^ Caso você faça me manda que eu vou lá conferir. 

🎅

A Fazenda dos Bichos, por George Orwell

23/11/2021


Recentemente a convite da Editora Madrepérola eu fiz a releitura do livro A Fazenda dos Bichos (ou A Revolução dos Bichos) para rememorar essa fábula e apreciar a nova tradução da premiada autora Maria Valéria Rezende. Claro que aproveite esse momento para também resenhar o livro, já que da primeira vez que fiz a leitura estava um pouco offline do blog.

Tem coisas sobre A Fazenda dos Bichos que todos sabem, ou pelo menos já ouviram falar. Todo o seu teor politico e a forma alegórica de recontar a história da Revolução Russa através de uma fabula onde cada animal representa algo ou alguém. Particularmente não pretendo focar o post nesse aspecto, mesmo que facilmente consigamos transpor toda ou parte da trama para a politica brasileira. Vai dizer que o porco Napoleão não se assemelha muito ao inominável presidente? Que as ovelhas que repetem o lema “Quatro pernas é bom, duas pernas é ruim.” até o momento que são conduzidas a repetir um novo lema não são como os minions? Ainda que originalmente essa história seja uma forma de falar contra o autoritarismo Russo, ela pode se encaixar em qualquer governo que seja manipulador e autoritário.

O Homem jamais serve aos interesses de nenhuma outra criatura, senão dele mesmo.

Particularmente gosto muito desse livro por ser uma leitura simples em qualquer idade e que provoca diferentes pensamentos, opiniões e criticas. Nesta segunda leitura eu não estava preocupada em entender exatamente o que cada personagem ou cada classe de animal representava na critica do autor. Acabei curtindo mais a história pelo que ela é e fazendo paralelos com a minha realidade, aqui no Brasil do século XXI. Acredito que um leitor, ou uma leitora, sem preocupações politicas pode só ver essa como uma história de animais com características humanas e nada mais.

A editora está com o financiamento coletivo de sua edição aberto até o dia 5 de Janeiro com diversas recompensas. Eu, particularmente, amei o card dos bichos. As ilustrações do livro estão lindas ♥ e, com a palavra da Madrepérola: "Pela primeira vez na história desse livro, o corpo editorial é composto majoritariamente por mulheres, Cassia Leslie, Rosana Rios e Marcia Paganini fizeram parte dessa edição, que trás prefácio de Débora Reis Tavares e posfácio de Ana Rüsche." Além da tradução de Maria Valéria Rezende, finalista do prêmio Jabuti em 2020 com o romance "Cartas a Rainha Louca", e projeto gráfico por Roberta Asse.

Clique na imagem para apoiar - catarse.me/afazendadosbichos


Um Céu além da Tempestade, de Sabaa Tahir

16/11/2021

Eu nem acredito que consegui começar e terminar uma série este ano. Obrigada, Uma Chama Entre as Cinzas por ser um cristalzinho 💎 de livro e me fazer ficar com mais e mais vontade de ler sobre esses personagens tão maravilhosos.

Eu acho que já falei tantos dos personagens das resenhas anteriores que fica praticamente sem muito o que dizer. Laia, por exemplo, permanece sendo a personagem forte que se tornou ao longo dos dois primeiros livros e aqui ela está mais do que determinada a acabar com o Portador da Noite. Todo o seu sofrimento durante todos os livros estão tão no fundo de seu coração que no momento em que ela solta tudo para fora além de dar uma sensação de alivio também nos da tristeza por ela ter que passar por tudo isso com apenas 18 anos. Não vou negar que em diversos momentos eu senti um pouco de raiva dela, já que em momentos críticos o seu emocional tomava conta mais do que a razão e ela acabou ferrando com alguns planos por isso.

Acho que neste livro os maiores destaques para mim foram Elias como Apanhador de Almas e a própria Helene, minha favorita. Elias agora está tomado pela magia de Mauth e toda a sua vida passada deve ser deixada para trás, incluindo Laia. Em alguns momentos esse foi um ponto chato na trama, mas ao mesmo tempo ele mostrou que Elias nunca poderia deixar de ser quem é: Máscara, marcial, amigo, amante, filho e neto. A vida como Apanhador de Almas não é para ele, pois há tantas coisas aqui que ele precisa viver e fazer, por isso Laia acaba atrasando alguns de seus planos para mostrar a ele tudo isso. Para mim a história acaba ficando um ritmo lento nessas partes e deixam o livro com a impressão de ser muito maior do que ele já é.

    Leia mais:

    Resenha: Uma Chama entre as Cinzas
    Resenha: Uma Tocha na Escuridão
    Um Assassino nos Portões

Agora vamos conversar sobre Helene, a Águia de Sangue. Seu inicio na série foi bem ruim, ela tinha potencial para ser vilã, mas particularmente eu sempre achei que coisas grandiosas seriam feitas com ela. Fico muito feliz por não ter errado nessa suposição, já que ela se tornou muito mais do que eu imaginei que ela se tornaria. Sua posição de poder exige uma personalidade forte, até mesmo brava e sem demonstrações de afeto. Ela consegue transparecer isso para muitos, mas obrigada Sabaa Tahir por nos colocar na mente dela. Eu sofri tanto com ela em todos os livros e agora que eu achei que ela teria um pouco de paz as desgraças continuam acontecendo. É difícil para alguém como ela demonstrar ser forte quando todos que ela ama se vão de formas tão violentas. Meu ódio pela Comandante Keris aumentou mais e mais neste livro e como eu desejei seu sofrimento em todas as páginas.

"Nunca foi um. Sempre foram três. A Águia de Sangue é a primeira. Laia de Serra, a segunda. E o Apanhador de Almas é o último. A Mãe guarda todos eles. Se um fracassar, todos fracassam."

Outro aspecto que gostei bastante no livro foram os (poucos) capítulos do Portador da Noite. É interessante entender um pouco mais da sua história por ele mesmo e como a sua sede de vingança o consome mais e mais a cada dia. Algo que ele vem guardando a milênios. Isso não faz com que eu goste dele, mas o compreenda um pouco mais.

Não é de se negar que o livro é longo, com 490 páginas e algumas enrolações como já citadas acima. Mas a autora consegue fechar uma história como esta muito bem e com um final que ninguém pode dizer que foi corrido, já que apenas para a guerra final e conclusão ela reservou cerca de 100 páginas, todas muito bem descritas e com mortes o suficiente para fazer os leitores ficarem com raiva e chorar de tristeza.

Estou aliviada por ter finalizado essa série, mas muito triste por saber que não terei mais desses personagens incríveis. Mesmo sem os conflitos do livro eu gostaria de saber como será a vida adulta de Laia, Elias e Helene e se eles conseguirão fazer todas as cosias que almejam para serem felizes.

📚

Título: Um Céu além da Tempestade (A Sky Beyond the Storm) • Série: Uma Chama Entre as Cinzas #4 • Autora: Sabaa Tahir • Editora: Verus • Tradução: Jorge Ritter
Compre o livro aqui
Compre na Amazon com esse link e ajude o blog

Julgando pela capa: livros que eu quero ler

05/11/2021

Toda leitora que se preze já julgou livros pela capa e logo comprou algum pois se apaixonou com a foto, o desenho ou a fonte, né? Foi assim que aconteceu comigo quando eu vi Estilhaça-Me pela primeira vez na livraria e ainda hoje, quase 10 anos depois, eu continuo me apaixonando por livros só de olhar a capa nas divulgações das editoras e leitores nas redes sociais.

Hoje quero mostrar os últimos livros que vi e me encantei logo pela capa e que pretendo ler em algum momento.

Eu amo Tahereh Mafi e desde a primeira vez que vi ela divulgando esse livro há alguns anos eu já fiquei curiosa para ler. Sei que essa capa não agradou muitas leitoras, principalmente pela semelhança com as capas de Estilhaça-Me, mas ainda assim é uma capa que eu achei linda demais e quero ler.

Para ser sincera eu não faço ideia do que esse livro é. Nunca li a sinopse dele, mas acho as cores da capa incríveis e fico sempre tentada em ler.

Eu adoro a forma como Soman Chainani escreve e desconstrói histórias clássicas e contos de fadas por isso quero muito ler seu novo livro.

Esse livro é um pouco mais antigo, mas eu amo tanto essa capa. Já ouvi alguns comentários sobre ele, mas sempre tento não saber exatamente sua sinopse e personagens, pois quero ler em algum momento próximo.


Eu amo o poder que esses dois livros passam através das capas, as cores e a representatividade das personagens.

Qual livro você leu pela capa e amou?

📚

Releitura: Restaura-me, de Tahereh Mafi

01/11/2021








Então finalmente reli o último livro que faltava para relembrar a história e ler o restante inéditos. né? Quando eu li Restaura-me pela primeira vez ainda estava enferrujada pelos anos antes de a autora anunciar novos livros, mas agora eu acredito que pude compreender melhor algumas coisas que antes não tinha gostado tanto. Reli minha resenha, inclusive, e também fiquei feliz por ainda manter algumas opiniões sobre o plot e os personagens que eu tinha.


Restaura-Me é o início de uma nova fase para Juliette em que ela precisará de muita coragem. Isso já sabemos que ela tem de sobra, mas às vezes lhe falta autoconfiança. Agora ela é a Comandante Suprema do Setor 45 e precisa estar a altura para fazer jus a este cargo que ela reivindicou da forma como todos os leitores gostaria que ela reivindicasse. Este livro é justamente esse processo de adaptação entre ela e seu cargo, todas as novas descobertas desse novo mundo que ainda é tão novo para uma jovem de 17 anos que passou anos em um sanatório. Como pessoa eu entendo todas as dúvidas e dramas internos da personagem, mas como leitora após a página 100 acabou ficando um pouco chato e irritante. Eu me senti empacada com esses sentimentos dela e só conseguia pensar "acorda! ou as coisas não vão para frente".

A grande vantagem do livro é que Warner também tem lugar como narrador personagem, então as inseguranças de Juliette acabam sendo ofuscadas pelo que vamos descobrindo deste personagem que sempre foi um mistério. Warner ainda é atormentado pelos seus erros do passado e acima de tudo vive a sombra de tudo o que seu pai fez e falou para que ele se tornasse um homem frio. Já sabemos dos abusos físicos de Anderson infringiu à ele, mas agora entendemos como o abuso psicológico realmente mexe com ele. Crises de pânico, ansiedade, medo constante, são apenas algumas coisas que atormentam esse jovem que encontrou a mulher que ama, mas que em determinado ponto da trama não irá entende-lo quando segredos virem a tona.

Warner é um cofre ao qual só tenho acesso ocasionalmente, e com frequência me pergunto quanto ainda me resta descobrir sobre ele. Às vezes, isso me assusta.

Quanto a história em si o livro tem muitos momentos Warnette que deixa as fãs do casal feliz e suspirando por eles, mas infelizmente nem tudo é perfeito. Quem ama casal em qualquer livro não tem um minuto de paz, né? Os dramas do romance acabaram me deixando cansada da história ao longo do tempo, mas ainda bem que há outras tramas junto. Novos personagens aparecem, filhos e filhas de Comandantes Supremos do mundo inteiro que querem conhecer Juliette. Sem esquecermos que Estilhaça-Me é uma distopia muita trama política acontecerá e a vida de Juliette irá virar de cabeça para baixo novamente quando ela descobre coisas de seu passado provavelmente seria melhor ela nunca saber.

Eu senti falta de personagens antigos que viviam no Ponto Ômega. Acho que se tivesse menos drama amoroso esses personagens poderiam aparecer um pouco mais. Todos seriam de grande ajuda a Juliette, mas parece que agora eles só tornaram alguém que ela conhece e que a ajudaram a chegar onde ela chegou. Kenji é o único que mantém sendo um grande destaque, mas não é para menos. Todas as leitoras o ama e ele é o alivio cômico que a história precisa em alguns momentos. Já Adam foi esquecido no churrasco. Fico até com pena dele por perder o seu lugar nessa história mesmo quando pode agregar ao melhorar seu relacionamento com Warner.

Bom, claro que com o final deste livro a vontade de ler logo a sequencia é grande. Um grande segredo foi revelado e eu ainda não sei o que achar desse rumo que a história está tomando. Particularmente eu não achava mesmo que a autora iria trazer isso a tona, ainda mais depois de Juliette se mostrar determinada a deixar isso para trás em sua vida. O plot twist é grande e só posso torcer para que ela consiga lidar e superar isso da melhor forma, mas no fundo eu sei que isso irá machuca-la tanto, tanto e ao mesmo tempo poderá causa uma grande raiva e ela sairá do controle.

📚

Título: Restaura-Me (Restore Me) • Série: Estilhaça-Me #4 • Autora: Tahereh Mafi • Editora: Universo dos Livros • Tradução: Mauricio Tamboni
Compre o livro aqui • Leia no Kindle Unlimited
Compre na Amazon com esse link e ajude o blog

TAG: Filmes de terror

29/10/2021

O dia das bruxas está chegando e esse ano eu fui lembrar dele só agora no final do mês, então acabei não fazendo um mês ou semana especial por falta de planejamento. Mas não vou deixar a data passar em branco por aqui e vi essa TAG no blog Canto Cultzíneo de achei bem bacana, já que eu adoro um terrorzinho.

Qual o primeiro filme de terror você lembra ter assistido?


Freddy é um personagem que realmente atormentou meus sonhos quando eu era criança. Não tenho certeza se A Hora do Pesadelo foi um dos primeiros filmes de terror que assisti, mas é o que me da mais lembrança.

Qual o último filme de terror você assistiu?

A Lenda de Candyman e é um filme muito bom.

Fale sobre um filme de terror que te surpreendeu positivamente

Maligno eu fui assistir achando que seria um filme bem ruim e terror tosco, mas fiquei muito impressionada. Achei muito bom, terror na medida certa e grandes referencias.

Fale sobre um filme de terror que te surpreendeu negativamente.

A Hora do Espanto (o remake, o original ainda não vi). Nossa, esse filme é muito ruim e chato. kk

Qual é o seu personagem de terror favorito?


A final girl Sidney Prescott e o Freddy Krueger.

Remake: sim ou não?

Sim, eu adoro. Infelizmente nem sempre eles são bons, mas é legal para o filme e/ou a franquia ter novos fãs.

Em qual filme de terror você gostaria de ter atuado?

Todos os slashers possíveis!!

Quais são os seus 3 melhores filmes de terror?

Pânico, O Exorcista e A Hora do Pesadelo.´

🎃

Me conta ai em qual filme de terror você gostaria de ter atuado.