"Notas sobre a pandemia" e o futuro da humanidade

 

Yuval Noah Harari  ficou mundialmente famoso após as publicações de Sapiens e, posteriormente, Homo Deus, além de sempre dar entrevistas falando sobre a humanidade (inclusive no Roda Viva em 2019), além de ter um currículo extenso, portanto o historiador tem culhões para falar e opinar sobre o assunto tão delicado quanto a pandemia do Corona Vírus que vivemos durante esse ano (e sabe-se lá até quando, né). Infelizmente o único "livro" do autor que li até o momento foi essa pequena coletânea de entrevistas e textos publicados durante esse ano onde ele faz analises interessantes e, digo até, severas sobre a humanidade (principalmente os líderes) a respeito da pandemia.

O verdadeiro antídoto para epidemias não é a segregação, mas a cooperação.

Nessas entrevistas o historiador explica como nós podemos vencer a pandemia antes que houvesse uma vacina para a doença e aborda as questões politicas que sugiram após a propagação da doença pelo mundo, explicando que a melhor forma não é fechar fronteiras, ignorar os problemas dos países vizinhos e os mais pobres, é necessário todos se ajudarem não apenas financeiramente, mas com profissionais capacitados para a linha de frente em países carentes destes, ou contribuindo com estudos que possam beneficiar vários lugares e pessoas, além de tudo em todos os textos ele fala sobre a falta de comprometimento que a maior potência mundial teve em relação ao vírus,  minimizando os riscos e colocando assim em risco a vida de milhões de pessoas (e hoje nós sabemos que essas milhões de pessoas não estão apenas nos EUA, mas até mesmo no Brasil onde o presidente segue uma politica semelhante ao de Trump).

(...) a melhor defesa que os humanos têm contra os patógenos não é o isolamento, mas a informação. A humanidade tem vencido a guerra contras as epidemias porque, na corrida armamentista, entre patógenos e médicos, os patógenos dependem de mutações cegas, ao passo que as médicos se apoiam na análise cientifica da informação.

É estranho pensando nós (a sociedade universal de modo geral), demos vários passos para trás quando a questão é a ciência, e não porque a ciência não está evoluindo, e sim porque passamos a desacreditar nele e voltar com valores arcaicos de que a ciência não é exata, que a ciência não é benéfica. É bizarro quando eu estou trabalhando e um mulher de uns 60 anos entra na loja sem máscara e ainda fala em alto e bom som que a doença não existe e que nunca vai tomar a vacina porque a vacina é um meio para controlar a população, saca? E isso realmente aconteceu há menos de uma semana, então quando foi que nós deixamos de apreciar as descobertas da ciência para acreditar em coisas que pessoas sem embasamento anda falando na internet? A era de atribuir as desgraças do mundo a fúria dos deuses acabou há séculos e essas pessoas ainda não se deram conta. 

Particularmente gostaria de saber quais são as perspectivas de Harari agora que terá uma mudança na politica estadunidense com a eleição de Biden e como ele acha isso que isso interfira na parte da história em que o Corona Vírus está inserido. 

📚

Título: Notas Sobre a Pandemia • Autor: Yuval Noah Harari
Editora: Companhia das Letras • Tradução: Odorico Leal

LEIA UM ARTIGO DE GRAÇA

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Oi boa tarde. Tudo bem? Sou brasileiro, carioca e quero apresentar o meu Blogger de Viagens e turismo. Novos amigos são bem vindos, não importa a distância. Gostaria de lhe convidar a seguir o meu Blogger.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir