Resenha: As Mil Partes do Meu Coração


É sempre muito prazeroso ler algo da Colleen Hoover e via os leitores comentado deste livro antes de ele ser lançado no Brasil (e seu título original eu adoro), dai quando saiu aqui eu fui logo lendo, mas a resenha demorou para sair no meu blog pois acabei colocando outras coisas na frente (tipo mais de um ano). De todo modo eu estava esperando um romance mas ela me proporcionou um drama, uma história de auto-reconhecimento, uma família, que eu nunca imaginei que leria nesses últimos tempos.

Merit é uma adolescente que se sente completamente excluída da sua família e até mesmo da sociedade. Um dia ela decide simplesmente abandonar a escola e não se surpreende quando se da conta que ninguém em sua casa (no caso os adultos) notou essa decisão. No meio de tudo isso ela conhece Sagan, que é o suposto novo namorado de sua irmã (gêmea) e Luck, o irmão da sua madrasta — que por acaso se chama Victoria, assim como a mãe de Merit (que mesmo sendo divorciada do pai ainda mora sob o mesmo teto). Sério, lendo assim parece uma confusão daquelas de sessão da tarde mas garanto que o buraco é muito mais em baixo.

E eu amo a Colleen Hoover por fazer esses dramas que confundem nossa cabeça de inicio mas que tudo vai se encaixando ao longo da história. Ela é a autora que sabe como prender um leitor até mesmo no tipo de história que esse leitor não está tão interessado (na época eu nem curtia drama familiar). O desenvolvimento que os personagens tem nessa obra é excelente, principalmente Merit, que ao longo do livro vai descobrindo coisas sobre si mesma que antes negava completamente e dessa forma ela percebe que parte do problema de sua família também é ela e sua personalidade e, claro, tenta reverter um pouco dessa situação, mas como as coisas não acontecem por um milagre é claro que no final envolve ajuda de profissional nisso tudo.

Eu não gostei muito da tradução do livro para o português. Pode-se ver que o nome original tem o nome da protagonista que também há uma tradução literal para nosso idioma (assim como a irmã dela, que se chama Honor). E combina muito mais com a história. Mesmo que houvesse uma tradução literal e que alguns iriam reclamar iria ficar perfeito com os acontecimentos do livro. Enfim, um assunto polemico de tradução e que não faz diferença no prazer da leitura.

📚

Título: As Mil Partes do Meu Coração (Without Merit) • Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record • Tradução: Ryta Vinagre
Para comprar o livro e ajudar o blog clique aqui

Postar um comentário

10 Comentários

  1. Silviane!
    Bom ver que a tradução foi boa, porque tem algumas que... pelo amor de Deus...
    Nunca tive oportunidade de ler nenhum livro da autora, embora leia sempre boas resenhas sobre os livros dela e desse, é a primeira resenha que leio.
    Gostei de ver que ela mudou um pouco a abordagem de apenas romance, para se aprofundar mais sobre os segredos e dramas da família Voss e das consequencias que advem de toda super proteção.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Amiga, você sabe que eu tenho um super problema com a CoHo, né? Comecei a ver defeito em TUDO que ela escreve (até mesmo nos livros que eu já gostava) desde que eu li Tarde Demais. É uma coisa estranha e até preconceituosa, né? Mas enfim, eu amo muito dramas familiares, é uma das coisas que eu mais gosto de ver nos livros... Então talvez eu dê uma chance!
    Também amo o título original desse livro, mas gostei da tradução!

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Colleen! Aquele amor e birra! rs
    Eu amo as letras da autora,mas já li um livro que pelamor, odiei rs(É Assim Que acaba) mas recentemente, li Verity e amei de todo o meu coração.
    Preciso urgente ler mais obras da autora. Esse As Mil Partes, a gente pensa que vai ficar no drama,no romance impossível, mas a autora vai bem além.
    Traz uma família totalmente precisando de ajuda e isso deixa a gente com o coração inquieto!!!
    Preciso reler!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  4. A Colleen sempre destruidora de corações, tenho que me preparar sempre pra ler algo dela. Mas confesso que depois que li tarde demais fiquei com preguiça dos livros dela, não gostei muito do jeito que ela abordou a história.
    Mas enfim, to querendo muito ler esse, acho que a premissa é boa e tem cara de que vai me prender, tenho outros dela na frente mas esse já vai pra lista.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    CoHo tem muitos livros e cria muitas polêmicas com os temas de alguns livros.
    Li somente É Assim Que Acaba que gostei muito e tenho que concordar ela consegue prender o leitor de uma tal forma que li o livro rápido. Quero ler os outros livros dela.
    Adoro livro que retrata os relacionamentos familiares, no caso desse livro parece ser muitos problemas que são bem profundos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Silviane!
    Da Colleen Hoover li apenas O Lado Feio do Amor, gostei bastante mas ainda não tive a oportunidade de ler outros livros dela... Em relação a As Mil Partes do Meu Coração, sinceramente não curto drama familiar, acho que é por isso que não me interessei em conhecer a história da Merit, prefiro mais quando o livro gira em torno de um romance, sabe?! Como foi o caso de O lafo feio do amor...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Eu nunca li nada da Colleen Hoover, mas pelo o que eu já vi de comentários sobre os seus livros são, no geral, bem positivos. Eu amo quando você vê que o personagem possui um desenvolvimento ao decorrer da leitura, pois você percebe que a escrita da autora é, de fato, boa.

    ResponderExcluir
  8. Vi esse post há um tempinho, mas estava esperando eu terminar de ler para comentar. Terminei o livro ontem, depois de achar o começo arrastado e ter pouco tempo para ler depois, então fiquei lendo de pouco em pouco. Assim como nos outros livros da autora, chorei horroreees! Passei a gostar muito do título original também, depois de saber o significado, acho que poderia ser pelo menos "Sem Merit" (antes de ler eu traduzia como Sem Mérito e ficava ??? hahah agora até que faria sentido, na minha cabeça, pela história dos troféus).

    ResponderExcluir
  9. OLA
    ainda não tive a oportunidade de ler os livros dessa autora e como eu gosto de um drama familiar tenho a intuiçao que vou gostar de seus livros .

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente nunca lo nada da autora, mas conheço suas qualidades de tanto ler resenhas. Quero muito iniciar as leituras da Colleen Hoover, mesmo as histórias parecendo confusas, quero iniciar a leitura.

    ResponderExcluir