Tag dos 50%



Esse ano eu tive tantas leituras maravilhosas que eu senti a necessidade de fazer a tag dos 50%, pois sei que no final do ano vou acabar sentindo uma dificuldade muito grande em selecionar somente alguns títulos como os melhores do ano.

Essa tag é muito antiga nos blogs e agora ela tem sido até migrada para o Instagram. Eu vou usar a referencia da Ana do Roendo Livros sobre a tag ser criada Chami do canal Read Like Wild Fire e traduzida pelo Victor Almeida do Geek Freak. Quem ainda não fez da tempo de fazer sim, e borá lá ver os meus favoritos:

O melhor livro que você leu até agora, em 2020

Não me Abandone Jamais foi uma das minhas melhores leituras do ano. Amei a história e a delicadeza que o autor abordou um tema que pode ser considerado até pesado.

A melhor continuação que você leu até agora, em 2020

Eu AMEI muito Os Testamentos, que é a sequencia de O Conto da Aia. Tinha ficado com receio de a autora fazer essa sequencia após duas décadas do original, mas foi uma leitura maravilhosa tanto do aspecto literario quanto pessoal.

Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito

Não tem nenhum livro que eu queira MUITO ler que tenha sido lançado esse ano. Acho que o que mais me chamou a atenção foi As Outras Pessoas da C J Tudor, mas só porque eu gosto dessa autora.

O livro mais aguardado do segundo semestre

O único que eu tenho conhecimento até o momento é Sol da Meia-Noite, mas se a Seguinte anunciar a sequencia da trilogia O Ceifador com certeza esse será o meu mais aguardado.

O livro que mais te decepcionou esse ano

Me dói muito dizer, mas me decepcionei bastante com CUJO, do Stephen King. Amo o autor mas essa leitura não me caiu bem e até agora sinto o peso da ressaca literária que esse livro me deu.

O livro que mais te surpreendeu esse ano

Amor(es) Verdadeiro(s) foi uma linda surpresa, pois após todos elogiando tanto a autora eu estava com receio de acabar me decepcionando e ainda bem que não foi isso que aconteceu. Quero ler outros livros dela em breve.

Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente)

Eu conheci Kazuo Ishiguro somente este ano e já tenho certeza que vou amar os outros livros dele.

A sua quedinha por personagem fictício mais recente

Esse ano eu ainda não me apaixonei por nenhum personagem fictício, infelizmente.

Seu personagem favorito mais recente

Me apaixonei muito por Celie de A Cor Purpura. Mulher preta que sofreu tanto, mas ainda assim não desistiu de seu maior sonho: reencontrar a irmã.

Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre

Não que eu tenha chorado de verdade, mas fiquei extremamente triste com as histórias relatadas em Do Que Estamos Falando Quando Falamos de Estupro.

Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre

Por ser um dos livros mais leves que li esse ano Os 12 Signos de Valentina me deixou muito contente, uma história bem gostosinha de ler e fofa.

Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2020


Esse ano eu só assisti a adaptação de Pequenos Incêndios por Toda Parte, mas não é filme e sim uma série e também não cheguei a ler livro. kk

Sua resenha favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo)

Uma das minhas queridinhas é a resenha de Profissões para Mulheres e Outros Artigos Feministas.

O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano, até agora

Esse ano eu comprei O Mundo Invisível Entre Nós pois gosto da autora, mas ainda não peguei o livro para ler.

Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

Eu quero muito ler CAIM do José Saramago e a biografia que comprei dele; Também preciso ler os livros da trilogia Três Coroas Negras e da Angie Thomas.

📚

Postar um comentário

0 Comentários