Resenha: O Feminismo é para todo mundo


Boa tarde, pessoal. Por aqui seguimos sem nenhuma novidade com a Silviane lendo livros sobre feminismo, não é mesmo? Pois será assim por muito tempo ainda, já que eu ADOOOORO demais. O livro da vez é O Feminismo é Para Todo Mundo da bell hooks que li em Janeiro na leitura coletiva de #LendoAutorasNegras. Eu já tinha esse livro parado na estante há uns meses e estava ensaiando para ler e este não poderia ser um momento melhor, pois com esse grupo pude ter várias perspectivas diferentes do mesmo livro.

Bom, quem está um pouquinho engajada em leituras feministas com certeza já ouviu falar sobre a bell hooks em algum momento, mesmo que nunca tenha lido nada dela. Uma mulher que participou ativamente do movimento feminista nas universidades nos anos 70 não poderia deixar de ter publicações tão relevantes a respeito desse assunto e com essa obra ela fala sobre o feminismo de um jeito que foge um pouco do linguajar da academia.
A sororidade não seria poderosa enquanto mulheres estivesse em guerra, competindo umas com as outras.

O livro tem vários tópicos, desde relacionamento familiar, religião, classe, racismo, sexualidade, etc etc e mais um etc. Em cada tópico ela aponta seus argumentos que nos fazem refletir sobre a importância de feminismo, relacionando a sua história e principalmente a ideia de que sim: o feminismo é para todo mundo. Ainda hoje (e talvez principalmente hoje, com a era da internet e da direita) o feminismo é visto como um movimento anti-homem e bell hooks diz várias vezes que muito pelo contrário, o feminismo está muito longe de ser um movimento de ser anti-homens, ele é um movimento anti-sexismo, anti patriarcal, um movimento que luta pelos direitos iguais entre homens e mulheres. Particularmente eu nunca consegui aceitar a ideia de que não precisamos de homens no feminismo e a bell hooks fez com que eu me sentisse aliviada em ter esse pensamento e expressou em palavras o que eu não conseguia expressar quando pensava que os homens também são importantes na nossa luta.
"'Feminismo é um movimento para acabar com sexismo, exploração sexista e opressão'... Adoro essa frase porque afirma de maneira muito clara que o movimento não tem a ver com ser anti-homem. Deixa claro que o problema é o sexismo. E essa clareza nos ajuda a lembrar que todos nós, mulheres e homens, temos sido socializados desde o nascimento para aceitar pensamentos e ações sexistas."

Além de abordagens já conhecidas a obra tem outras que eu nunca tinha imaginado como o relacionamento familiar, como o feminismo funciona dentro de casa, principalmente com os filhos. A autora defende a tese de que até mesmo relacionamentos abusivos entre mães e filhos, pais e filhos, estão diretamente relacionados ao sexismo, a cultural patriarcal em que vivemos. O que mais me surpreendeu foi o fato de ela relacionar diretamente o feminismo ao capitalismo e principalmente a luta de classes. Quem já leu algo sobre feminismo negro entende que o feminismo da mulher branca funciona de forma diferente com o feminismo da mulher negra e mais uma autora coloca seu ponto de vista nesse tópico de uma forma que é impossível não falar que existe racismo nesse mundo e que a vida da mulher negra é muito mais difícil do que a da mulher branca; Além do mais ela ainda nos coloca em um entendimento entre a mulher rica e a mulher pobre, pois sim... claro que existem diferenças ainda hoje.

Este livro é uma grande lição de feminismo e história a qualquer pessoa que se interesse a ler e eu acho que todos deveriam ler, pois além de ser uma leitura enriquecedora é também esclarecedora sobre um movimento que é, infelizmente, tão mal visto na nossa sociedade. Se as pessoas se interessassem um pouco sobre esse assunto muitas brigas nem se quer existiriam e teríamos pessoas vivendo melhor. Leia bell hooks, leia "O Feminismo é para todo mundo".

📚

Título: O Feminismo é para todo mundo: politicas arrebatadoras (Feminism is for everybody: passionate politics)Autora: bell hooks
Editora: Rosa dos Ventos • Tradução: Bhuvi Libânio
Para comprar esse livro e ajudar o blog clique aqui
Essa leitura faz parte da LC #LendoAutorasNegras

Share this:

Postar um comentário



 
Copyright © @kzmirobooks. Designed by OddThemes