Resenha: O Instituto


O Instituto é o mais novo livro do Stephen King lançado no Brasil... E que livro!!! Sim, mais um vez o mestre mostrou o motivo de ter título de mestre e nos entrega uma obra de arte literária. É um livro emocionante, mas que causa repulsa. É uma ficção científica e fantasia, mas ao mesmo tempo tão real nas atitudes dos seres humanos.

O livro inicia com um homem em um avião, onde o comissario de bordo pede que alguém ceda o lugar para uma oficial federal — claro que com uma bonificação e passagem garantida no próximo vôo — mas o negócio é que ninguém quer ceder, até que Jim pensa foda-se e vai. Ao contrário do combinando ele não embarca no próximo vôo e sim decide ir para NY de carona, bem mochileiro mesmo. Neste percurso ele acaba parando em uma minuscula cidade, que por acaso, tem uma vaga de emprego disponível e ele aceita. Neste ponto eu já estava achando a história boa, mas com falta daquela ação, por assim dizer, daquela sensação que os livros do SK causam nos leitores (e eu não tinha lido nem a sinopse dele). Não fiquei irritada com isso, na verdade eu sabia que algo iria acontecer em breve, mas o que eu não sabia é que aconteceriam coisas tão ruins para os personagens.

Na próxima parte do livro é onde entra Luke, um menino super dotado que tem a chance de entrar em duas universidades com apenas 12 anos. Seus pais se preocupam muito com ele e querem seu melhor, mas Luke acredita ser este o seu sonho e convence eles a deixarem. Quando tudo está indo nos conformes, com exceção de alguns pratos vazios saindo do lugar as vezes, Luke é sequestrado e seus pais são mortos. E é ai que entra o verdadeiro Stephen King e é ai que Luke vai parar no Instituto.
— Você sabe o que dizem sobre o abismo, não sabe? (...) Quando você olha pra ele, ele olha pra você.

Não queria dar tantos detalhes a partir daqui, mas resumindo tem outras crianças lá e são feitos muitos testes com elas (vamos dizer que é tortura mesmo). O livro passa a nos dar um horror extremo, principalmente por saber que os personagens são crianças, algumas até mais novas do que Luke, e até o final da história nem sabemos direito o motivo daquilo ser feito. Muitas coisas são reveladas aos poucos, mas existem sim alguns mistérios que o autor deixa para o final. Além de termos esses absurdos acontecendo o livro nos mostra coisas boas, como a inocência infantil, o espirito brincalhão, amizade e confiança que acontece entre jovens. Por mais que muitas cosas ruins estivessem acontecendo ali eles estavam juntos e a força do quer que eles tenham vai aumentando cada vez mais e tudo pode ser solucionado ao final graças a essa união tão linda. Isso me marcou demais neste livro e eu, obviamente, já sinto um carinho gigante por ele.
No escuro, todas as sombras desaparecem

Stephen King é muito conhecido por suas histórias de terror e horror, mas é a primeira vez que eu vejo algo até poético em sua obra. Não li tantos livros dele quanto eu gostaria, mas fazendo uma comparação bem por cima com IT, a obra prima dele, é clara uma mudança no tom do autor, é clara a ideia de criar uma fantasia que no fundo, no fundo, é muito bonita pelos seus personagens tão carismáticos e inclusivos. Isso me faz adorar mais o homem, por conseguir criar coisas tão diferentes durante a sua carreira e ainda assim coisas maravilhosas. Se você puder leia este livro, aprecie esta obra, pois eu garanto que ela irá te mudar de alguma forma.

Título: O Instituto (The Institute) • Autor: Stephen King 
Editora: Suma de Letras • Tradução: Regiane Winarski

Share this:

6 comentários :

  1. Mestre King é o autor!!!! Não há. como chegar numa resenha de um livro dele e não ficar maluca para ler a obra. Este lançamento tem dado o que falar e pelo que li acima, mais uma vez, King dá um nó na cabeça do leitor e isso é maravilhoso!!!!
    Lerei!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Fiquei super curiosa para ver se há alguma ligação entre o Luke e o personagem que cedeu seu lugar no avião! Essa é a primeira resenha que leio desse livro e já fiquei bem interessada em ler ele também.

    ResponderExcluir
  3. Pra ser sincera tenho vontade de ler tudo do autor, todos mega elogiam. Mas algumas coisas me travam, primeiro o preço, os livros dele não são baratos e depois ainda sou novata no estilo terror, assumo que sou medrosa então aos poucos vou me chegando. Já li Carrie, a estranha e gostei. Apesar dos filmes serem melhores.
    Enfim estou querendo muito ler esse livro, assim que ele baixar um pouco o preço pois esta por 70,00 eu irei investe. Pode deixar!!! Parabéns pela leitura e dica. Beijos

    ResponderExcluir
  4. É a primeira resenha que leio deste livro e já quero! Sério que o autor deixou um tom mais poético em sua escrita? Me chamou realmente atenção! Como ainda não tive oportunidade de conhecer a obra do autor, esse, sem dúvidas, vai entrar para a minha wishlist. Adorei sua resenha.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do King, não sou muito fã de livros de terror, então sempre passo longe deles. Mas sempre tem algum que quando leio a resenha, chama minha atenção. Gostei da proposta deste livro e coloquei ele aqui na minha listinha!!!

    ResponderExcluir
  6. Acredita que eu nunca li do Stephen King por medo!?
    Quando comecei a ler sua resenha estava achando que seria uma boa começar por esse, porque parecia ser uma história bem levinha, mas depois percebei que não é tão leve assim, rs.

    ResponderExcluir



 
Copyright © @kzmirobooks. Designed by OddThemes