Conheça a Obra: O Médico e o Monstro


O conto de Dr. Jekyll e Mr. Hyde é, desde seu lançamento em 1886, uma referencia em ficção cientifica e transtornos psicológicos. Justamente por causa desses referencias eu conhecia a história muito e muito tempo antes de ler e se tem uma coisa que acho perfeita em clássicos é que, mesmo sabendo o final, a história ainda é cheia de surpresas ao longo da obra.

A obra é narrada em terceira pessoa e nos insere na era vitoriana, onde os homens andam com bengala e aqueles chapéu bacana, além do famigerado mustache e é com essas caracteristicas bem marcantes é que eu imagino o Dr. Jekyll, um médico muito bem reconhecido pela sociedade, de grande influencia e com amigos de todas as áreas da cidade e um deles é o estranho Mr. Hyde, um homem resguardado que, segundo as fofocas, está envolvido em um caso de agressão e assassinato. É justamente isso que o advogado Utterson decide investigar por conta própria, sendo À partir daí que a história se torna uma grande perseguição que nos lembra os filmes do inicio do século XX. 

Eu sei que a história é considerado uma obra de terror e ficção cientifica, mas eu não consigo deixar de considerar também uma obra cômica e não de um jeito ruim. É sempre bom, ao ler clássicos, fazer o comparativo cultural em relação ao período em que a obra foi a escrita e que está sendo lida e essa é a graça maior. Como eu disse, lembra aqueles filmes do início do século XX pois Utterson fazer uma corrida para tentar descobrir o que esta acontecendo com seu amigo Jekyll e na tentativa de descobrir quem é Hyde que, ignora, o que está embaixo de seu nariz. Em uma época em que toda a comunicação era feito por cartas são justamente elas que nos revelam o grande plot twist da obra e que o pobre advogado deixou passar por sua sede de ódio. 

Falando especificamente sobre o seu legado foi o ponto inicial para nos dar a referencia completa de bem e mal em obras de ficção, seja na literatura, teatro e posteriormente cinema e televisão; Basta lembrar de personagens icônicos como Duas Caras e Hulk, e o mais querido desde os anos 2000: Gollum. O mundo literário como vemos hoje seria muito diferente sem esta obra, que em sua época causou duvidas sobre a mensagem real em que ela queria passar as pessoas e até hoje pode ser analisada de várias formas, bastando um pouco de atenção aos detalhes que o autor coloca no conto. 

Atualmente a obra está em domínio publico e pode ser lida em qualquer lugar, inclusive na Amazon para quem tem Prime Reading e Kindle Unlimited, além do mais a Darkside está lançando uma versão de luxo deste conto e outros do autor que está lindona demais, então se você é colecionador desta editora aproveita que agora é a hora. 

Postar um comentário

6 Comentários

  1. A DarkSide meio que ter ressuscitado esse livro foi uma jogada de mestre. Pouca gente tem contato com a obra, considerada antiga e por vezes, até antiquada, mas com a capa nova sei que agora muitos leitores lerão este grande clássico!!!!
    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Olá!! :)

    Eu confesso que nao conehcia este livro ainda, mas a verdade e que a historia ate me chamou a atençao... Pelo genero literario, principalmente.

    ENfim, acho otimo que para alem de terror e ficçao cientifica, ainda aches este livro algo comico, como classico de qualidade.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Gostei muito da resenha e considerações, este é um clássico bem famoso que sempre quis ler, preciso separar um tempo para comprar e ler a obra!

    ResponderExcluir
  4. Eu estou louca pela nova edição da Darkside, parece estar um espetáculo. Adorei o seu post, embora eu conheça a história, nunca li o livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Estava relendo esses dias, e não sei se consigo ver muito o lado cômico. Entendo na questão de se adequar a época deve ser um pouco, mas para mim ainda é uma obra de terror. E toda a referência que fazem até hoje em dia esse é um clássico com todas as letras.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma versão mais antiga desse livro que muito aprecio, é uma história profunda com muito a explorar. Apesar de estar atrasada, tenho que colocar resenha da obra em meu blog.

    ResponderExcluir