Resenha: A Corrente

Resenha do livro A Corrente, Lançado pelo Grupo Editorial Record
Eu estou muito na vibe de um suspense por esses últimos meses e por isso quando vi A Corrente fiquei bastante interessada. O que eu não sabia é que o livro se encaixa muito mais em ação do que em suspense e eu amei a sensação que ele me causou durante a leitura. Sabe, tipo quando você está assistindo aquele filme em que tudo acontece e o protagonista nunca para de "correr"? Exatamente assim que você irá se sentir com essa leitura.
Lembre-se: Não é pelo dinheiro, é pela Corrente.

Essa é uma frase que lemos inúmeras vezes no livro. O que acontece é que há um sequestro de uma criança, a filha de Rachel, e para ter sua filha de volta além de pagar um resgate ela deverá, também, sequestrar uma criança. Só isso já da uma puta vontade de ler, né?

O livro é narrado em terceira pessoa e nos da uma visão de todos os acontecimentos. Seja da protagonista, como se Kylie (sua filha), das pessoas que estão sendo vitimas da corrente também e a própria Corrente, este que vai revelando aos poucos a identidade e história de seus criadores. É uma narrativa excelente, pois nem sempre plot twist é o que marca num livro. Eu amei conhecer a história dos criadores da Corrente, pois não faz pensar que um vilão, às vezes, só nasce assim (ao menos na ficção).


O livro é divido em duas partes, onde a primeira há todo o contexto do sequestro até o momento em que a filha de Rachel é ou não é libertada. E nesta parte vemos todos os extremos em que uma mãe é capaz de chegar por sua filha. Imagina você sendo mãe e sabendo que sua filha é vitima de um sequestro e pode ser assassinada se você não fazer tudo o que os sequestradores pedem? Pois é. Essa mulher ultrapassa todos os limites (inclusive o da sua própria saúde) para ter sua filha de volta. Isso foi o que eu mais amei no livro inteiro e é o ponto mais marcante dele.

A segunda parte há o sentimento de justiça por parte de Rachel. Após todas as consequências que A Corrente deixou em sua vida ela quer vingança e irá correr sérios riscos ao tomar essa decisão, mas está decidida a ir até o fim. Meu deus! Eu amei essa mulher e toda a sua coragem.


É claro que não preciso dizer que amei o livro, né? O autor soube criar todo um mistério a respeito da Corrente e te deixar ansiosa em todos os capítulos por mais e mais.

Título: A Corrente (The Chain) • Autor: Adrian McKinty
Editora: Record • Tradução: Clóvis Marques

Share this:

8 comentários :

  1. Olá, recebi meu exemplar recentemente e confesso que estou louca para ler, falei dele inclusive em meu último vídeo no canal, adorei sua resenha e considerações a repeito do livro.

    ResponderExcluir
  2. eu vi bastante gente fazendo unboxing desse livro, achei a capa dele muito bonita, e agora que as resenhas começaram a sair, eu tô cada vez mais curiosa pra ler pois também amo um suspense, é sempre uma leitura que me prende muito!
    Adorei sua resenha e suas fotos ficaram lindas! <3

    ResponderExcluir
  3. Eu tô com o livro no Kindle depois daquela divulgação que a Record fez. Ainda não iniciei a leitura, mas sua resenha me animou mais. Espero que minha experiência seja tão boa quanto a sua!

    ResponderExcluir
  4. Confesso que já tinha visto esse livro, mas não sabia direito do que se tratava. Pelo que você descreveu, parece ser uma leitura bem envolvente e interessante e como gosto muito de suspense, já vou deixar sua dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Já tinha lido a sinopse desse livro, mas nossa não sei se me empolguei tanto. O enredo parece ter um bom plot, mas ainda assim se não for bem trabalhado pode cair no comum a este tipo de livro. Mas talvez eu leia!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  6. 'o protagonista nunca para de "correr"' sei bem como é e gosto, isso geralmente, num livro ou filme, me deixa agitada, mas no caso de leituras, faz com leia tudo muito rápido. Gostei dessa indicação, não conhecia e fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem? Esses tipos de narrativa não me atraem mais, gostava mais na adolescência, hoje me fazem perder rápido a paciência hahaha. Mas deve ser uma leitura bem real, gostei da premissa. Acho que quem gosta do gênero pode gostar bastante, assim como você. Obrigada pela dica, nem conhecia o livro!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. VocÊ não faz ideia do quanto eu estou louca para ler essa livro, a premissa me deixa na maior curiosidade e sei que vou amar, é meu gênero preferido

    ResponderExcluir



 
Copyright © @kzmirobooks. Designed by OddThemes