3 filmes com tema hiv/aids

30/11/2015

Olá, leitores. Como passaram o final de semana?

Amanhã é dia 1º de Dezembro e além de ser aquele dia que todos começam a pensar realmente nas festas de final de ano também é o dia mundial de luta contra HIV/AIDS. Alguns portais vão lançar matérias sobre o assunto, provavelmente algumas palestras vão rolar, e muito será ouvido sobre isso (eu espero). Então resolvi fazer esse post com dicas de cinco filmes sobre esse tema que você deveria assistir.


A Cura

Sinopse: Erik é um garoto solitário que atravessa todas as barreiras que o preconceito ergueu e se torna amigo do seu vizinho, Dexter, um garoto de 11 anos que tem AIDS. Erik se torna muito ligado a Linda, a mãe de Dexter, e na verdade fica mais próximo dela que da sua própria mãe, Gail, que é negligente com ele e quase nunca lhe dá atenção. Quando os dois garotos lêem que um médico de Nova Orleans descobriu a cura da AIDS, os meninos tentam chegar a este médico para conseguir a cura.

Esse é um filme que eu vi ainda criança e entendia pouco ou nada sobre o assunto. Sempre o vi como um filme que trata sobre amizade acima de todas as coisas. É lindo. Quem não viu eu recomendo que veja logo e prepare-se pois lágrimas irão rolar.



The Normal Heart


Sinopse: Drama original HBO que narra a história do início da crise da AIDS em Nova York nos anos 80, com foco no esforço de vários ativistas gays e seus aliados na luta para expor a verdade sobre a epidemia para uma nação que está negando os fatos.

Se tem a marca HBO no meio nós só podemos esperar coisa boa. Não me decepcionei nenhum pouco com esse filme. Sofri demais com os personagens durante o filme inteiro. Primeiro o processo de descoberta e ai então pouco a pouco alguns vão morrendo. Uma parte que me marcou muito de um determinado personagem que quando algum de seus amigos morrem ele pega o cartão de visita e guarda em uma gaveta e ao final do filme ele tem um bolo enorme de cartões de visita. Sério... corta o coração.


24º Dia

Sinopse: Dan conhece Tom em um bar, os dois bebem e Tom resolve levar Dan para o seu apartamento. Só que o inesperado acontece. Dan sente que já esteve lá antes, Tom então relembra um episódio de cinco anos e acredita que o convidado seja o culpado da morte de sua mulher, que morreu de AIDS. Impedindo que Dan saia de lá, Tom resolve fazer um exame de sangue nele e no 24º dia, quando o exame sair, será decidido se Dan vive ou morre.

Esse filme foge um pouco do drama e parte para o suspense/thriller, mas nem por isso deixa de ser bacana. Faz muito tempo que assisti mas ainda lembro da sensação estranha de ter uma pessoa querendo culpar outra pelo seu problema.




Vocês já assistiram algum desses filmes? A lista poderia contar outros filmes com o tema, mas eu coloquei os que eu me lembro de ter assistido, mas em alguns sites é fácil achar outros (alguns bem antigos). Vale a pena dar uma chance.
Beijos <3
Há mais ou menos uns quatro anos foi divulgado em diversas redes sociais a proposta da série 3%. Em uma época em que eu nem sabia o que era distopia e muito menos tinha lido livros e me tornado fã do gênero, assisti a este piloto e me apaixonei. Lembro-me que participei de algumas campanhas de divulgação que a equipe fez na época mas aos poucos a ideia foi morrendo... Parecendo cada vez mais distante. Depois de tantos anos eu li em diversos sites, vi diversas pessoas compartilhando a novidade e não acreditei. Finalmente 3% será produzida e melhor ainda: Pela Netflix, que é o queridinho de todo mundo. 
Foto: facebook.com/3porcento
Sei que é praticamente uma regra que quando uma série original estréia na Netflix todos vão lá assistir, independente do gênero. Todos se viciam, todos amam. Sei que com 3% não será diferente. De qualquer forma, eu acho que já que existe a chance das pessoas conhecerem a premissa da série assistindo ao próprio piloto feito para divulga-la então todos deveriam faze-lo. Como alguém que curtiu e torceu para que desse certo eu praticamente me sinto na obrigação de divulga-la. rs

ASSISTA AO PILOTO


A página oficial da série no Facebook ainda não divulgou maiores informações sobre o seriado, mas segundo diversas fontes a série começara a ser produzida no inicio de 2016 e tem sua estréia prevista para o final do mesmo ano. Segundo o blog do Mauricio Stycer são sete episódios confirmados para a primeira temporada e a direção fica por conta de Cesar Charlone (“O Banheiro do Papa''). Quanto ao elenco até o momento foram confirmados João Miguel e Bianca Comparato (Inclusive foi a própria Bianca que deu a noticia no canal da Netflix). O site divulgou a sinopse oficial.
"É um thriller que retrata um mundo dividido entre progresso e devastação. A única chance de passar para 'o lado melhor' é por meio de um processo cruel – nem sempre justo - onde três por cento dos candidatos são aprovados"
Infelizmente ainda tem chão até a estreia, mas fico aguardando ansiosamente! Quando começar sair as novidades, trailer e tal eu vou ficar bem louquinha aqui.

Wishlist Black Friday

25/11/2015

Está chegando um dos dias mais esperados do ano. Pelo menos por mim, já que há uns três anos que eu sempre faço boas compras de livros na Black Friday e esse ano espero não ser diferente. Confesso que um livro que estavam na minha lista eu já comprei há duas semanas em uma promoção super bacana que teve na Americanas, mas vocês sabem como leitores são, né? Sempre queremos mais e mais. Desta vez eu vou priorizar, de verdade, os livros que eu já li e ainda não tenho na estante.

Dos Lidos


Trilogia Mara Dyer
Acho que quem acompanha o blog sabe que eu gosto muito dessa trilogia. Uma pena que na vontade de ler eu acabei pegando o e-book e até hoje sofro com a falta do livro físico. Também quero reler, já que o último volume eu li em inglês.

Para Todos os Garotos que Já Amei
Gente, sério! Esse livro é uma coisa linda e eu não vejo a hora de ler a sequencia. Quero demais. (L)

Nosferatu
Gosto muito dos livros do Hill e claro que não resistir ler Nosferatu sem ter minha cópia física, porém quero muito comprar.

Não li e quero muito!


Trilogia Legend
Já faz algumas semanas que eu estou tentando concluir uma compra desses livros, mas parece que todos os sinais do mundo me dizem para não comprar. Vou esperar para ver se na Black Friday terá uma promoção muuuuuuito boa dele. Torçam por mim.


Julieta Imortal Romeu Imortal
Uma vez eu comprei um livro da NC e veio com um panfleto de divulgação desse livro. Desde então eu acabei me interessando, mas na época eu nunca encontrava-o com um valor acessível. Ficou esquecido, mas já tratei de colocar na minha lista de prioridades.

E tem mais...


Seria muito bom se eu só estivesse desejando esses livros, mas claro que tem mais (muito mais). A maioria estão marcados no meu Skoob, então caso você queira ver da uma passada por lá. Não deixe de me adicionar.

Beijos, boas compras.

Resenha: Senhora de Dois Mundos

23/11/2015

Olá, galera! Na semana passada teve post todos os dias no blog mas eu andei meio sumida daqui. Fiquei com um pouco de preguiça e acabei nem respondendo comentários e tal. Deixei para fazer tudo isso no final de semana. Peço desculpas, mas agora já dei uma aliviada e tudo voltará ao normal. Vamos ao post de hoje!
~
É extremamente difícil falar de um livro quando gostamos dele de uma forma inexplicável. Parece que cada coisa que você diga ainda não soa tão verdadeira de modo que a obra mereça. Mas vou tentar ser o mais sincera possível fazendo vocês entenderem os motivos que me levaram a gostar tanto de Senhora dos Dois Mundos.

*Resenha originalmente postada no blog Cantar em Verso.

Acho que para uma blogueira não tem sensação mais feliz do que ser chamada para ser beta de uma autora que admiramos, certo? Desde que li Coração Artificial da Viviane me apaixonei pelo modo que a autora escreve e quando recebi o convite para ler Senhora de Dois Mundos em primeira mão fiquei super feliz. O negócio é que nunca imaginei o quanto eu acabaria me apaixonando pela obra. Sabe aquele livro que você devora em um dia? Pois foi exatamente o que aconteceu: Eu li o livro o dia inteiro e não consegui largar até chegar ao último ponto final; O que me deixou extramente frustrada (de um modo bom) é que ele terá continuação e depois daquele final eu fiquei tipo "como viver até ler o segundo livro?". Há algum tempo não me sentia assim de verdade com minhas leituras e ter essa sensação de novo é ótimo.

Mabel é uma ótima personagem que representa bem o que é ser mulher. Apesar de ainda ser adolescente e ter as suas duvidas e dramas da idade ela pouco deixa isso transparecer. Nesse aspecto nenhum leitor poderá reclamar sobre ela. A única coisa que me incomodou um pouquinho nela foi a sua teimosia, mas mesmo que seja incomodo também compreensível, pois ela deseja mais do que tudo em sua vida ir para a guerra, ajudar seu povo e o reino onde vive mas o tempo todo o Príncipe Navi tenta impedi-la.

Ao contrário do que aconteceu com o outro livro da autora, em que eu senti falta de algumas surpresas e reviravoltas, este acabou tendo umas de sobra. Aliás, é bom dizer que nesta obra ela foi bastante ousada eu ouso dizer. Fiquei com um pouco de raiva de mim como leitora por duas vezes achar que o livro iria para um caminho e ele foi para outro completamente diferente. Mas no caso quando ela me enviou o livro eu não tive acesso a nenhuma sinopse ou explicação sobre o que ele seria, portanto mal sabia que tinha uma guerra no meio de tudo isso; Só que no caso da segunda surpresa foi simplesmente por deslize meu, até mesmo uma falta de atenção. Quando a revelação foi feita fiquei de queixo caído e até voltei as páginas para tentar entender como eu não vi as dicas antes.
—Eu teria orgulho de qualquer coisa que você fizer. Mas você pode escolher fazer algo que importe ao invés de esperar que as pessoas façam isso por você.

A obra não é recheada de cenas de romance, mas a falta dele trabalha a favor do próprio casal. Bom, quem ler vai poder saber como foi que Mabel e Navi se conheceram e as circunstancias não é lá das melhores, portando se tivéssemos aquele romance imediato o livro não teria o mesmo impacto. O relacionamento deles foi nascendo e crescendo, quase como uma plantinha que foi plantada nos primeiros capítulos e foi sendo cultivada aos poucos. Aquele romance onde o amor é imediato apesar de legal as vezes também enjoa bastante o leitor (além de ser um pouco difícil de acreditar). Eu torço muito para que eles fiquem juntos pois gostei da forma como eles se completam, pois ambos tem desejos e objetivos semelhantes. Navi foi um personagem que me surpreendeu bastante ao longo da leitura pois inicialmente ele se mostra uma coisa mas nós sabemos que ele é outra. A narrativa em terceira pessoa ajuda bastante o leitor o compreender melhor mas me colocando na pele de Mabel essa compreensão foi acontecendo aos poucos. Ele é o príncipe de Navon e por isso se sente responsável pelo seu povo. Todos os seus desejos, objetivos e luta se dão por seu povo e isso me fez admira-lo muito mais. Ele não é simplesmente o príncipe que fica em seu conforto vendo seu povo morrer, ele faz a diferença.

Este primeiro volume, apesar de acontecer coisas bem legais e também tristes, ele é bem calmo. Acho que toda a ação da obra virá com os próximos além de mais destaque a personagens secundários que acabaram me conquistando bastante. Estou muito curiosa para saber o que vem por aí já que o final foi bem surpreendente e apreensivo. Vale citar que no inicio de capa capitulo a autora coloca um trecho de A Balada de Mulan. Eu não conhecia (só o desenho da Disney) e após a leitura do livro fui procurar. Mas para quem assistiu a animação viu algumas semelhanças da história e eu gostei bastante desse aspecto. Acho que a autora escolheu uma ótima inspiração para escrever este livro (eu sempre falo que não sou lá grande fã da Disney e etc, mas Mulan é uma das animações que eu gosto bastante).

Enfim, me desculpe pela resenha gigante :( E por incrível que pareça eu ainda não falei tudo que eu achei que deveria falar, mas deu uma boa resumida. Se você gosta de livros com guerra, batalhas, personagens fortes, um pouco de romance, e claro literatura nacional dê uma conferida em Senhora de Dois Mundos, tenho certeza que vocês irão adorar. 

Contos do Dragão: A Toca das Fadas

20/11/2015





Título: Toca das Fadas
Autor: Clara Madrigano
Editora: Draco
Páginas: 9
Saiba mais no Skoob
Baixe Gratuitamente: Amazon | Kobo | Google Play | Saraiva
Sinopse: Conto de terror de Clara Madrigano. Jack e seu irmão encontraram a toca das fadas. Ou é o que Jack acredita. Mas conforme sua obsessão cresce, as coisas deixam de ser divertidas, e as fadas talvez não sejam doces como o mel de que se alimentam.

Contos do Dragão: Saltimbanco

19/11/2015




Título: Saltimbanco
Autor: Marcelo A. Galvão
Editora: Draco
Páginas: 9
Saiba mais no Skoob
Baixe Gratuitamente: Amazon | Kobo | Google Play | Saraiva
Sinopse: Novo conto de Marcelo A. Galvão, autor de "Vida e morte do último astro pornô na Terra". Ao fazer um pedido especial aos deuses, um jovem artista descobre que até mesmo as divindades têm um senso de humor peculiar.

Contos do Dragão: Charlotte Sometimes

18/11/2015



Título: Charlotte Sometimes
Autor: Fábio Fernandes
Editora: Draco
Páginas: 14
Saiba mais no Skoob
Baixe Gratuitamente: Amazon | Kobo | Saraiva
Sinopse: Conto do autor veterano de ficção científica Fábio Fernandes, originalmente publicado em “Interface com o Vampiro”. Um homem, uma noite, um bar. O que ele faz ali? Entre os vapores do gelo seco e as névoas da amnésia, Júlio busca uma resposta para tantas dúvidas que o assombram. Mas ele pode não gostar do que vai encontrar entre os escombros da sua memória – ou será a memória de outra pessoa?

Contos do Dragão: The Schroedinger Show

17/11/2015





Título: The Schroedinger Show
Autor: Carlos Orsi
Editora: Draco
Páginas: 7
Saiba mais no Skoob
Baixe Gratuitamente: Amazon | Kobo | Saraiva
Sinopse: Conto de ficção científica de Carlos Orsi, autor de As Dez Torres de Sangue. Quando a avançadíssima indústria cultural do futuro resolve explorar os paradoxos da mecânica quântica, toda a galáxia treme.

Contos do Dragão: Ninguém

16/11/2015

Olá! Essa semana eu vou fazer um "especial" da editora parceira: Draco. Eles disponibilizam alguns contos gratuitamente e eu vou falar um pouquinho deles para vocês. Um pouquinho mesmo, já que contos não tem muito o que avaliar, já que acaba tão rápido. :(



Título: Ninguém
Autor: Karen Alvares
Editora: Draco
Páginas: 9
Saiba mais no Skoob
Baixe Gratuitamente: Amazon | Kobo | Google Play | Saraiva
Sinopse: Um jovem hacker passa seus dias à procura de horrores na Deep Web, até que o próprio Horror finalmente o encontra. E as consequências são piores que a morte. Da Autora revelação no gênero de terror e do elogiado thriller Alameda dos Pesadelos.

Lançamentos de Novembro #Dracomics


Confira as principais novidades da Editora Draco para o mês de Novembro. 


O Rei Amarelo em Quadrinhos
org.: Raphael Fernandes


A loucura é amarela
A redescoberta da obra de Robert W. Chambers, autor dos contos sobre a peça de teatro maldita O Rei Amarelo, inspirou essa coletânea com oito histórias em quadrinhos cheias do mais doentio horror em preto, branco e amarelo. São 164 páginas macabras inspiradas pela leitura do livro amaldiçoado, visões amareladas que forçaram os artistas a realizar histórias originais que destruíssem tudo à sua volta, até eles mesmos.

A organização do álbum enlouqueceu Raphael Fernandes, que aprisionou um time de quadrinistas formado por Pedro Pedrada, Tiago P. Zanetic, LuCAS Chewie, Mauricio R. B. Campos, Péricles Ianuch, Airton Marinho, Marcos Caldas, Erik Avilez, André Freitas, Tiago Rech, Victor Freundt, Rafael Levi, Samuel Bono e Raphael Salimena. Todos enclausurados por uma sinistra capa de João Pirolla.

O Rei Amarelo em Quadrinhos é o terror na sua forma mais bruta, trazendo imagens cativantes e perturbadoras interpretações para a busca por Carcosa. Mas, acima de tudo, é um mergulho em um poço ocre onde a esperança de emergir para a realidade não passa de um sonho em duas cores.


Cortabundas – O Maníaco de José Walter
, Talles Rodrigues

Esta não é uma obra de ficção. Conheça o maníaco que aterrorizou Fortaleza nos anos 80.

Quem vê as portas e janelas cobertas por grades de ferro no Conjunto Prefeito José Walter, periferia de Fortaleza-CE, não imagina que são tudo o que resta de uma série de acontecimentos terríveis no final dos anos 1980. Lá agiu o Cortabundas, um indivíduo misterioso que entrava nas casas durante a madrugada, fazia cortes nas nádegas de mulheres e desaparecia na escuridão.

Foram três anos de pavor no bairro, pois ninguém conseguia descobrir a verdadeira identidade do criminoso. O maníaco do José Walter ganhou ares de lenda urbana, ao ponto de muitas pessoas acreditarem que ele nem mesmo existiu. Mas quem morava na área, e principalmente quem teve as suas casas invadidas pelo Cortabundas, lembra muito bem de tudo o que aconteceu.

Em Cortabundas – O Maníaco de José Walter, o autor Talles Rodrigues, morador do bairro de José Walter desde que nasceu, traz uma reportagem em formato de HQ que mostra um panorama da região durante a década de 80, narrando a trajetória do maníaco e a sua própria para entender esse estranho caso. Uma história de perversão contada em quadrinhos, um trabalho de jornalismo investigativo que busca na realidade do subúrbio os relatos das vítimas e de pessoas que queriam apenas dormir tranquilas de noite.


Recomendação especial da Draco



Até o fim da queda
, Ivan Mizanzuk

1993. Em pouco tempo sete jovens se suicidam, e rumores sobre um ritual ganham as páginas dos jornais. A polícia descarta a opção e dá o caso como encerrado.

Anos se passam e Daniel Farias, um popular escritor de terror, decide reconstituir o caso em sua nova obra. Durante a pesquisa, descobre histórias sobre uma ordem secreta operando em nome de um demônio, o Dragão Vermelho, cujas origens remontariam a um exorcismo ocorrido no século XVI, na Espanha.
Sucesso imediato entre os fãs, o livro alcança a lista de best-sellers e também as páginas policiais, ao se espalhar a notícia de que leitores estariam se matando após a sua leitura. Isso faz as vendas explodirem, e o mistério aumenta quando o próprio Daniel começa a ser vítima de ameaças, enquanto pais preocupados tentam boicotar o livro.
Livro de estreia de Ivan Mizanzuk, uma das novas promessas do thriller nacional, Até o fim da queda desenha através de cartas, entrevistas e artigos de jornais uma trama de conspirações e inquietudes, ao mesmo tempo em que investiga as mais profundas angústias humanas, e o preço que pagamos ao tentarmos silenciá-las. Descobrir o que se esconde no fundo desse abismo pode custar sua própria sanidade.

Conheça mais contos da editora



Curta a página da Draco no Facebook para ver imagens das suas edições; para saber de mais novidades não deixe de visitar o site clicando na imagem abaixo.


TAG: Esse ou Esse?

13/11/2015

Olá, pessoal. Tudo bem? Hoje vou fazer uma tag super legal que eu estava louca para ser indicada e fui surpreendida quando a Dani do blog Estante de uma Fangirl me marcou. Fiquei feliz! Obrigada, viu Dani. *-*

Confira as regras
• Colocar o blog que te indicou no início do post;
• O livro que dá início é o livro ganhador da pessoa que te indicou;
• Seguindo a lista de livros indicados pela pessoa que te passou a tag, você deverá ir escolhendo de acordo com a ordem se: deixa o livro que lidera a batalha ou se escolhe a nova opção dada e abaixo explica o porquê;
• Uma vez que tenha o seu livro ganhador, escolha você sete livros e sete blogs para repassar a TAG.

O livro que venceu a batalha da Dani foi
Como Eu Era Antes de Você


PRIMEIRA RODADA
 
Eu amo Como Eu Era Antes de Você, foi um dos livros mais lindos que eu li e foi em uma época que eu li muito pouco em relação ao que leio hoje em dia, então por isso ele tem um lugar especial no meu coração. Mas gente, como lidar com Mara Dyer? Eu simplesmente amo a trilogia e por isso quem vence essa rodada é A Desconstrução de Mara Dyer.

SEGUNDA RODADA
Eu sou um peixe fora d'água, pois sou uma das únicas blogueiras desse Brasil que nunca leu Extraordinário. Para ser honesta eu não tenho taaaanta curiosidade assim, mas pretendo ler para saber se é tudo isso. Mara Dyer vence a rodada. 

TERCEIRA RODADA

Amo Easy, amo Lukas, mas ainda mantenho a Mara na briga. 

QUARTA RODADA

Nunca li Por Lugares Incríveis. :(

QUINTA RODADA

Eu adoro A Menina Mais Fria de Coldtown. Um dos livros mais divertidos que eu já li. Mas acaba ai. Acho que perto da complexidade que é Mara Dyer não da para competir.

SEXTA RODADA

Esse é um livro que eu achei por acaso no Submarino e sempre tive vontade de ler, mas acabei adiando a compra e adiando e adiando. Eu vi a Dani falando sobre ele no blog e a vontade acabou voltando e vou tentar não deixar passar desta vez. Como ainda não li a diva Mara Dyer continua. 

SÉTIMA RODADA
Mais um livro que eu ainda não li. Na época que lançou li alguns elogios mas acabei nunca procurando. Então quem venceu o desafio foi... *finge suspense*

A Desconstrução de Mara Dyer <3

Já deu para perceber que eu gostei bastante desse livro, né? E de fato sim. Só me falta compra-los para por reler. Mas tá difícil achar com um preço bom. :(

Para os indicados eu escolho: 
  • Estilhaça-Me - Tahereh Mafi
  • Proibido - Tabitha Suzuma
  • A Escola do Bem e do Mal - Soman Chainani
  • Tocando as Estrelas - Rebecca Serle
  • Um Caso Perdido - Colleen Hoover
  • Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson
  • Supernova: O Encantador de Flechas - Renan Carvalho
Blogs que indico: 
*Se alguma já foi indicada peço desculpa. É que são tantos blogs que acabei escolhendo os que mais acompanham e que comentam por aqui. 
  1. Pobre Leitora
  2. Da Imaginação à Escrita
  3. Entre Chocolates & Música
  4. Caverna Literária
  5. Histórias Existem Para Serem Contadas
  6. Obsession Valley
  7. Sweet Like Caramel

Sobra tags: Eu adoro tags, adoro responder tags e etc. Então sempre que quiser me indicar fiquem a vontade. <3 Só não esquece de comentar aqui me mandando o link.

Beijos. 


Pré-Venda: A Estranha Mente de Seth

A autora parceira Alana Gabriela irá lançar seu primeiro livro por uma editora: A Estranha Mente de Seth.


Sinopse: Seth R. é um jovem extremista, um pensador que vive entre aulas matinais na faculdade e noites de treino numa sociedade clandestina e assassina em Vojerasa. Seth tem duas obsessões que controla com frieza e paciência: manter Lauren, seu amor platônico e sôfrego, pura para sempre e matar o conde Luendres Marquez. Tudo foi planejado. Ele tem um plano perfeito. O mártir perfeito em quem se apoiar. Seth fará o impensado e causará a Primeira Grande Guerra.
O livro está em pré-venda no site da editora Autografia e os exemplares comprados na pré-venda vão autografado. Adicione o livro no Skoob.

Clique aqui para adquirir seu exemplar. 


Atualmente estou lendo Efeito Dominó da Alana Gabriela e gostando bastante, por isso claro que estou curiosa com A Estranha Mente de Seth. 

Promoção: 2 Anos do blog Roendo Livros

11/11/2015

Olá, queridos(as). Tudo bem com vocês? O blog sumiu por uns dois dias, mas já voltei com visual novo e tudo mais <3.
Hoje o post é de promoção, mas aproveitem para ler a última resenha postada antes do meu sumiço: Beleza Perdida, da autora Amy Harmon.

É impressionante como o tempo passa rápido, não é mesmo? Parece que ontem mesmo estava pensando em criar o blog para compartilhar as minhas opiniões com vocês. Para comemorar essa data tão especial, o Roendo Livros se uniu com mais 31 blogs maravilhosos para presentearmos dois sortudos com vários livros e mimos especiais.

Resenha: Beleza Perdida

09/11/2015

Este é um livro que pode trazer os mais diversos tipos de reações e sentimentos aos leitores. Acho que uma das poucas vezes que li a sinopse de um livro e tive a necessidade de ler a obra. Ele trás uma bela discussão sobre beleza, amor e tempos difíceis (11 de Setembro e a guerra que se seguiu).

Fern é uma menina que toda a sua vida foi apaixonada por Ambrose. Clichê quando você fica sabendo que ele é o tipico bonitão da escola, que pratica esporte e é adorado por todos (não apenas na escola, mas na cidade inteira). Confesso que nesse aspecto quando iniciei a leitura já dei uma bufada pensando que iria me decepcionar, mas ainda bem que isso não aconteceu. Em determinado ponto da adolescência deles (o livro tem passagens da infância, adolescência e a vida adulta dos personagens) Fern manda para Ambrose cartas de amor em nome de sua amiga Rita, que queria conquistar o moço mas não gostaria de ser muito óbvia. Claro que a farsa não durou muito tempo e quando Ambrose descobriu o que estava acontecendo ficou com raiva das duas meninas, o que ele não esperava é que Fern iria se declarar para ele de verdade naquele pequeno confronto e nesse instante que as coisas passam a mudar completamente. 

Ambrose é o "mocinho" que surpreende por não querer ser apenas isso, sabe? Ele tem tudo aos seus pés, com sua beleza e seu talento para o esporte mas o que ele sempre quis foi muito mais do que isso. No fundo ele gostaria que as pessoas o vissem somente como ele é e então acaba por decidindo fazer algo que ele acredita que ira deixar todos orgulhosos e que ira mostrar um lado dele que as pessoas não conhecem: Ele se alista para o exercito americano. Claro que ele é convocado para servir no Iraque e junto com ele mais quatro amigos. Claro que da guerra não se pode esperar nada de bom e quando ele retorna as coisas estão diferentes. A cidade, as pessoas, Fern e ele mesmo. 
Todo mundo que é alguém se torna ninguém quando fracassa. 
Fern já é a tipica personagem feminina de livros young adult e new adult. Seu jeito clichê, a boa moça, que se acha feia, não digna de alguém como Ambrose e tudo mais me irritou um pouco no começo mas acaba sendo uma questão de costume e conforme a leitura vai andando isso acaba sendo deixado de lado. Ela amadureceu bastante durante o período em que ele ficou na guerra e graças a esse amadurecimento ela foi capaz de ajuda-lo a se readaptar. 

O livro trás uma bela reflexão sobre o que é feio e belo, não digo que ele quebra esses paradigmas pois acredito que por se tratar de um romance (daqueles água com açúcar, eu devo acrescentar) a maioria dos leitores irão apenas focar nesse aspecto, sem dar muita importância no que realmente esta por trás do romance. Todos os personagens foram criados com um proposito e tem uma missão nessa obra. Um ótimo exemplo disso é Bailey (primo e melhor amigo de Fern), que tem  distrofia muscular de Duchenne e nunca deixou isso afetar a sua vida mais do que o "necessário". Ele mantem seus sonhos e esperanças e mesmo tenho pleno conhecimento de sua condição não tenho medo. É o personagem mais divertido e acabou se tornando um super querido por mim. 

Um ponto negativo para o livro é que seu final não é surpreendente. Para alguns isso pode ser algo bom, mas eu gosto de sofrer muito antes do final feliz. Nada de bom vem fácil, sabe? Sofri com o livro, mas foi uma dor mais de raiva da autora do que da história em si, então eu não considero muito nesse sentido. Enfim, é uma bela história com ótimos personagens. Além de sofrer um pouco, torcer pelos protagonistas, eu também ri bastante. <3

ANTES OU DEPOIS? Fern: "Antes; a expectativa costuma ser melhor que a coisa real". Ambrose: "Depois. A cosa real quando bem feita, é sempre melhor do que sonhar acordado".
 
Os soldados pareciam ter todos a mesma cara, um enxame de elementos idênticos, e Fern então se perguntou se, de algum modo, aquilo não era um ato de misericórdia, tirar-lhes a individualidade para que o adeus não fosse tão pessoal

Tag: 12 Meses na Estante

06/11/2015


Olá, queridos(as)! Tudo bem com vocês?

Dando uma pausa nas resenhas e as pseudo-reviews sobre filmes e série e etc e mês do horror (que já acabou, amém) e tudo isso vou fazer uma uma tag que fui indicada pelo blog Re.View do Alisson: 12 Meses na Estante.

A tag funciona da seguinte forma: Escolher 12 livros que serão relacionados a cada mês do ano! Fácil, né? Quem criou a Tag foi a Catarina do blog Sonhar de Olhos Abertos e foi adaptado pela Gabi do Frases Perdidas e pela Sil Flores do Folie a Books. Vamos lá!

JANEIRO:
O mês que inicia um ano novo
Um livro com uma citação que você goste

Claro que o livro escolhido é Estilhaça-Me. Difícil mesmo é escolher a minha citação preferida, já que o livro tem tantas que eu gosto. Se eu não tivesse com tanta preguiça mostraria para vocês a quantidade de post-it que tem o meu exemplar e as frases que estão marcadas (SIM! Marquei mesmo). Então para não ser tão injusta com todas as frases do livro que eu gostei peguei ele escolhi um post-it e ele marcava a seguinte frase:
A verdade é uma amante maldosa e ciumenta que nunca dorme.



FEVEREIRO: O mês do Carnaval
O livro com a capa mais colorida da sua estante

Eu não tenho muitos livros na estante (choros) e os livros que eu tenho não tem a capa muito colorida ou chamativa. O que mais se destaca é Eu te Darei o Sol. Fiz resenha dele no Cantar em verso e vocês podem ler clicando aqui. Quem já leu o livro ou resenhas sabem também que ele fala bastante sobre arte, sendo como foco a pintura e a escultura. Junto com o livro recebi um livro de colorir super fofo que até hoje eu só tive coragem de pintar uma ilustração (pintar aka estragar). 




MARÇO: Dia Internacional da Mulher
Um livro que tenha uma mulher como capa e autora

Esse livro é um dos meus queridinhos da vida, além de eu gostar muito das obras da Colleen também. Bom, eu escolhi Um Caso Perdido aqui pois admiro bastante a Sky e a sua trajetória. Mesmo sendo uma garota tão nova passou por algumas coisas que ninguém deveria passar nessa vida. Infelizmente eu não tenho resenha desse livro mas indico ele para todos, mesmo quem não é fã de YA vai acabar curtindo esse livro e se surpreendendo. 




ABRIL: Em abril, águas mil
Encontre na sua estante o último livro que te fez chorar

Eu levo essa coisa de chorar com livros muito a sério. Li alguns que me deixaram bastante emocionada e com os olhos tremendo, sabe? Mas chorar de verdade, de derramar lágrimas nas páginas e tal foi Marley & Eu e provavelmente faz uns dez anos que li este livro.







MAIO: Mês das Mães
Um livro com enredo sobre família

Famílias podem ser retratadas de diversas maneiras. Pode ser positiva ou negativa. Infelizmente em Mentirosos somos apresentados em uma família que se preocupa muito mais com aparências do que as coisas que realmente importam. É um livro bem bacana e caso você queira ler minha resenha sobre este livro clique aqui.






JUNHO: Mês dos namorados
Um livro com um romance de tirar o fôlego

Aff migos, sem palavras. Quem leu acho que vai entender. Também tem resenha no Cantar em Verso.









JULHO: Mês do Inverno
Um livro com capa em tons frios

Eu ia colocar a capa do Liberta-Me, mas lembrei que tenho essa fofura. Não apenas a capa tem tons frios como o livro em si, sem falar que vampiros remetem muito ao inverno, né? [Leia a resenha clicando aqui]








AGOSTO: Mês de desgosto
Um livro que você jamais leria de novo

Simplesmente odiei. :(










SETEMBRO: Mês da Primavera
Um livro, cuja, capa tenha flores ou pássaros

Primavera até no nome, neste caso. Esse livro eu solicitei de bobona mas acabei me surpreendendo com a leitura. Gostei bastante da história e até me emocionei um pouco. [Resenha]








OUTUBRO: O único mês, cujo, nome inicia e termina com a mesma letra
Encontre um livro, cujo, título inicie e termine com a mesma letra

Livro do meu divo (kkkk). Essa é a autobiografia do vocalista das bandas Slipknot e Stone Sour. Adoro as duas bandas e adoro o Corey. Eu não faço muito o tipo de fã que fica lendo noticias e querendo saber as coisas sobre os idolos, então este livro me ajudou a conhece-lo um pouco melhor. Apesar de ser uma autobiografia o livro também trata de outros assuntos que envolvem os sete pecados capitais e eu achei bem legal.





NOVEMBRO: O verão está chegando!
Um livro que tenha amarelo ou laranja na sua edição (pode ser na capa ou lombada)

Coloquei esse para não repetir Eu Te Darei o Sol, mas tenho que confessar que ainda não li.









DEZEMBRO: Mês do Natal
Um livro que tenha verde ou vermelho na sua edição (pode ser na capa ou na lombada)

O Pacto ou Amaldiçoado como é conhecido agora. Não sou lá grande fã de Natal, então meus amigos, vai algo de terror. rs
Alias, eu adoro esse livro e pretendo reler em breve. <3 








Bom, então foi isso! Gostei dessa tag, achei bem divertida. Pena que eu não tenho muitos livros na estante para escolher outras coisas, quase peguei um dos lidos mas seria trapacear, né? :(

Convido para fazer o tag os blogs: Sanka Books, Planet Pink e Estante de uma Fangirl