Mês do Horror: Fear Clinic


Minha vontade de assistir Fear Clinic se deu pelo fato que Corey Taylor faz parte do elenco. Na época em que o filme estava sendo filmado e quando foi lançado (acho que foi direto para dvd) o cantor postava algumas coisas sobre ele e acabou me espertando curiosidade. O problema é que o filme não é nada legal. Durante minhas pesquisas para a ficha técnica do post descobri que ele foi baseado em uma websérie produzida em 2009 pelo mesmo diretor e que a série possui nota 7/10 no IMDB enquanto o filme 5.5/10, o que é uma diferença considerável. Fiquei bastante curiosa para assistir a série, porém sem legenda fica um pouco difícil.
Google Imagens

O filme tem um andamento lento e eu precisei de duas tentativas para assisti-lo, já que na primeira vez eu dormi nos primeiros vinte minutos. A personagem principal é bastante irritante e repetitiva em suas atitudes, dizendo a cada oportunidade que não iria embora da clinica (que por sinal estava fechada, mas ela insistiu para que o médico tratasse novamente seus pacientes). Alias: Primeira vez na vida que vejo um filme do gênero onde a pessoa não quer ir embora da clinica e que insiste para ser tratada. Essa aí é louca! 

Brincadeiras à parte, a premissa da obra é bem interessante, visando que todo ser humano tem medo de algo e que gostaria de se ver livre deste medo. O tratamento proposto pelo Dr. Andover pode não parecer tão eficaz assim mas em níveis fictícios faz bastante sentido. Basicamente ele coloca o paciente em uma câmara e o conduz a enfrentar seus medos; Se tratando de um filme é claro que isso não da nada certo e ele acaba percebendo que o próprio medo em pessoa esta voltando para aterrorizar seus pacientes.

Eu, estupidamente, tentei erradicar uma função fundamental e necessária do ser humano, a sua mais antiga emoção. E agora o próprio medo quer viver e respirar por conta própria. Eu acho que... Eu acho que é uma entidade. O próprio medo esta planejando nos usar como um hospedeiro. 

O filme usa de uma trilha sonora para causar medo e efeitos especiais. A união dos dois não foi muito proveitosa e a fotografia do filme não é muito legal também. Em algumas raras cenas eu senti uma certa aflição mas nada de medo ou horror. As atuações são bem fraquinhas e eu não posso dizer que fiquei surpresa. Nem a atuação de Robert Englund está lá essas coisas (apesar que se for analisar bem mesmo no clássico A Hora do Pesadelo a atuação dele é um grande exemplo). Infelizmente o filme não me agradou ao final eu só pensei "Corey, meu amigo, melhor ficar na carreira de cantor, né?" ¯\_(ツ)_/¯


--------------------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE!

Share this:

11 comentários :

  1. Oi Silviane, tudo bem?

    Eu tenho a maior vontade de assistir esse filme por causa do Corey Taylor, que sou fã e gostaria de ver atuação dele, mesmo com as criticas não sendo muito positivas. Adorei muito sua postagem.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eitaa!!
    Olha, admiro muito quem lê ou assiste historias desse gênero.
    Antes eu gostava muito, mas fiquei muito frouxa depois de grande kkkkk.

    Ótimo post, Sil.
    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  3. Queria muito assistir!
    Mais o cagaço não deixa!! kkkkk

    Bjs
    www.garotadebotas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, não conhecia esse filme e confesso que não gosto muito desse gênero, acho que não assistiria.
    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  5. O filme parece ser bem macabro, eu assistiria e claro; cantaria musicas gospel antes de dormir... Só pra garantir, vai que né rsrsrsrsrs Brincadeiras a parte, ótimo blog! Parabéns.

    Confira a recente entrevista publicada no Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia o filme, e nem fiquei com vontade de assistir, não gostei do estilo :/

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Eu realmente não curto esse tipo de filme, mas gostei da resenha e etc, só que com certeza não veria, uma vez que sou muito medrosa.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Realmente não tenho o menor interesse em filme nesse estilo, mas acho que um dia darei uma chance por causa do Corey Taylor. Tenho certeza que concordarei contigo em achar que o Corey Taylor deve continuar como cantor. ASUHASUHASU
    ADOREI sua resenha, você escreve super bem!

    Beijos!

    http://ldeluiza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não curto muito esse gênero terror me dá medo.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  10. Só de ler a sinopse já me fez abrir a aba do filmow.
    Aí vou lendo a resenha e tem Corey e todo o sinistro de filmes de terror... Torrent, vemnimim HSIUHUISH
    A Bela, não a Fera está passando por reforma, enquanto isso acesse
    | YOUTUBE |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu a pena pelo Corey! Mas é melhor ele ficar na música e nos livros uiHAOUIhAUI

      Excluir



 
Copyright © @kzmirobooks. Designed by OddThemes